Home Carreiras 600 vagas: Cobradores de ônibus podem mudar CNH DE GRAÇA para atuar como motoristas

600 vagas: Cobradores de ônibus podem mudar CNH DE GRAÇA para atuar como motoristas

Se você trabalha como agente de bordo no transporte público da capital, ou da região metropolitana, não pode perder a novidade a seguir: O SEST SENAT abriu no último dia 19 mais de 600 vagas para que cobradores sejam qualificados e passem a atuar como motoristas nos ônibus da capital.

Os interessados podem se inscrever na iniciativa por meio do site do SEST SENAT. E o melhor de tudo; os custos com treinamento e mudança de categoria da CNH serão bancados pelo projeto. Em todo o Brasil são mais de 9 mil vagas. Em Minas, cidades como Contagem, Juiz de Fora e Montes Claros também foram contempladas. Na capital, as oportunidades são divididas entre a unidade do bairro Serra Verde (500) e do bairro Jardim Vitória (126).

“Essa é uma grande oportunidade para o profissional que está preocupado com as mudanças que estão acontecendo no setor. Nesse cenário, em vez de perder, o trabalhador qualificado ganha. É isso que o SEST SENAT está oferecendo aos cobradores que terão oportunidade de subir na carreira, passando a motoristas de ônibus coletivos”, completou Nicole Goulart, diretora executiva do SEST SENAT.

A iniciativa capacitará os trabalhadores para que possam atuar como motoristas profissionais. Para isso, será realizada a mudança da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) da categoria B para a D, e os cursos “Especializado para Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros” (Resolução nº 168/2004 do Contran) – que é necessário para o exercício da profissão de motorista do transporte coletivo de passageiros e também o curso de “Aperfeiçoamento de Motorista para o Transporte de Passageiros”, realizado com prática no Simulador de Direção do SEST SENAT.

Como participar?

Para participar da iniciativa, é fundamental ler o edital. O documento informa todos os requisitos e procedimentos necessários. Todas as informações estão disponíveis na página do projeto Qualificação Profissional para Cobrador no Transporte Coletivo de Passageiros. Clique aqui para acessar.

Entre as exigências estão as seguintes: o candidato deverá comprovar vínculo empregatício na função de cobrador de ônibus; possuir CPF; e enquadrar-se nas regras do Contran quanto aos requisitos de tempo de CNH para realizar a mudança de categoria.

Além disso, a regularidade do cadastro da empresa junto ao SEST SENAT é fundamental. A empresa onde o candidato trabalha deve ter como atividade econômica principal o transporte e deve atuar no transporte coletivo urbano de passageiros.

Para Minas, são mais de 1,3 mil vagas divididas da seguinte forma:

BH – Jardim Vitória (126)
BH – Serra Verde (500)
Contagem (150)
Juiz de Fora (250)
Montes Claros (100)
Patos de Minas (30)
Pouso Alegre (85)
Vale do Aço (70)

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários