Home Notícias BH VÍDEOS: PM entra em cordão de bloco LGBT e multidão puxa coro contra Bolsonaro

VÍDEOS: PM entra em cordão de bloco LGBT e multidão puxa coro contra Bolsonaro

Um dos principais – e maiores – blocos LGBT do Carnaval de Belo Horizonte, Garotas Solteiras, foi palco de momentos de apreensão entre o fim da tarde e início da noite desta segunda-feira (4). Quatro policiais militares, pilotando motos, entraram no cordão do trio.

Logo após a entrada da equipe da PM, integrantes do bloco ficaram tensos, especialmente após o episódio ocorrido na véspera do calendário tradicional da folia, na última sexta-feira, com o Tchanzinho Zona Norte (relembre aqui). Diferentemente do embate na sexta, quando o comandante do policiamento no evento até ameaçou retirar a segurança, o mal-entendido logo foi resolvido.

Na verdade, a comandante do policiamento do cortejo, major Fábiola Gonçalves, pediu aumento de policiamento, dado o número de foliões. No entanto, era para reforçar a segurança do cordão, não para entrar na área. Apesar da breve apreensão, a major logo retirou os militares de lá.

A multidão, no entanto, aproveitou para entoar gritos de protestos contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), motivo da desavença com o Tchanzinho. “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c…”.

Um dos vocalistas ironizou a manifestação. “Peraí, vamos trocar. A gente está num bloco LGBT. Tomar no c… pode ser bom, véi. Bolsonaro não merece isso, calma”, afirmou ao microfone.

Em seguida, os foliões ainda puxaram um canto de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR) condenado por corrupção.

Assista aos vídeos:

Comentários