Home Notícias BH Ato pelo Dia da Mulher reunirá superbateria feminina, com 30 blocos do Carnaval de BH, nesta sexta

Ato pelo Dia da Mulher reunirá superbateria feminina, com 30 blocos do Carnaval de BH, nesta sexta

O Carnaval de Belo Horizonte 2019 não foi apenas um sucesso de público – com quase 5 milhões de foliões pelas ruas. Foi marcado ativamente pela presença das mulheres, que protagonizaram a cena do Carnaval com campanhas e protestos, liderando blocos e baterias. Nesta sexta-feira, 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, mais de 30 blocos de rua com uma bateria composta apenas por mulheres ser reúnem para um ato. O tema de 2019 denuncia o crime da Vale em Brumadinho e um ano do assassinato de Marielle Franco, até hoje sem respostas.

Nas ruas da capital, diversos blocos formados apenas por mulheres desfilaram em 2019, como o Bruta Flor, Luz de Tieta, Sagrada Profana, Baque de Mina, Tapa de Mina, Hip Hop Folia – do coletivo Maritacas MOB, o lésbico e bissexual Truck do Desejo e o Quem Ama Não Mata, que se uniu ao bloco do Pescoção na terça-feira (5) para denunciar os casos de violência e feminicídio.

Contra o assédio, o coletivo “Não é Não” confeccionou, via financiamento coletivo, centenas de tatuagens temporárias com a frase que tomou conta das ruas. Enquanto o Grupo contra o Assédio Sexual a Mulheres no Transporte Público, composto por agentes femininas da Guarda Municipal de Belo Horizonte e da BHTrans, se uniu à equipe da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-BH) e executou ações educativas de combate à importunação sexual.

A produtora que venceu pela segunda vez o edital de licitação para fornecer estrutura e serviços para todo o Carnaval de rua de Belo Horizonte, a Do Brasil Projetos e Eventos, também é liderada por duas mulheres: as sócias Júnia Viana e Patrícia Tavares.

“O papel de mulheres na liderança é ajudar as pessoas a brilharem como seres humanos. Se de Brasília escutamos os gritos incessantes de que nós, mulheres, somos incapazes de várias coisas, a Do Brasil Eventos mostrou exatamente o contrário ao entregar para Belo Horizonte um dos carnavais mais incríveis do país. E não só dos bastidores veio a resposta. Das ruas vimos Marielle sempre presente, um Carnaval de resistência, uma festa onde ‘Não é Não’”, diz Patrícia Tavares, uma das diretoras da Do Brasil.

Serviço

Ato Dia Internacional da Mulher com blocos de Carnaval
Quando?
8 de Março, sexta-feira
Onde? Praça Raul Soares, s/n, Centro – BH, a partir das 17h


Comentários