Home Carreiras Governo de Minas abre processo para cargos de gestão com salários de até R$ 20 mil

Governo de Minas abre processo para cargos de gestão com salários de até R$ 20 mil

O secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy, anunciou na manhã desta sexta-feira (8) a criação do projeto Transforma Minas, que visa ampliar a seleção de profissionais para cargos de gestão, chefia, direção e superintendência no Governo.

Com isso, o governo espera preencher 565 vagas na administração direta do Estado e, aproximadamente, 200 na indireta. A expectativa é que cerca de 300 vagas da fatia direta sejam ocupadas ainda em 2019. Os salários variam de R$ 7 mil a R$ 20 mil, dependendo do cargo. As vagas e suas especificações serão divulgadas a partir da próxima segunda-feira (11), no site: www.transformaminas.mg.gov.br.

O processo seletivo terá as seguintes etapas: análise curricular; teste de perfil; entrevistas de competência, com especialista e com o gestor do cargo, dependendo ainda de um crivo parlamentar.

+Zema mantém participação política na escolha dos cargos do governo, mesmo com processo seletivo

Podem participar da seleção funcionários públicos, profissionais da iniciativa privada ou do terceiro setor que preencherem os pré-requisitos e as competências exigidas em cada função.

“O Transforma Minas vai replicar na esfera pública as melhores e mais atualizadas práticas de recursos humanos desenvolvidas nos diversos setores produtivos no Brasil e no mundo. Vamos identificar lideranças e garantir aos servidores e aos profissionais vocacionados para a administração pública a chance de terem suas competências reconhecidas de maneira objetiva e criteriosa”, diz o secretário de Planejamento e Gestão.

Atualmente esses cargos estão ocupados e ocupantes poderão participar também do processo, mas o fato de trabalhar no Estado não será um peso na seleção.

Há ainda exceção de algumas posições para a seleção, como as Superintendências Regionais de Ensino, que devem ser preenchidas necessariamente por servidores públicos efetivos – ativos ou inativos das carreiras públicas da educação do Estado de Minas Gerais.

Contudo, o secretário afirmou que uma etapa futura do projeto deve englobar cargos de diretores de escolas, por exemplo. “Nesse momento, ainda não. O processo para diretores escolares vai depender de reunião com secretária educação e uma análise da lei da educação, pois existem regrar específicas que precisamos respeitar”, afirma. O processo seletivo na administração indireta começa ainda em 2019, garante o secretário.

O programa Transforma Minas é fruto de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre o Governo de Minas e a Fundação Lemann, representando uma aliança entre as organizações do terceiro setor, formada por Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Humanize e Instituto República. A parceria prevê, ainda, a transferência de conhecimento e metodologias ao Governo de Minas e não envolve transferência de recursos financeiros entre as partes.

Comentários