Home Veículos Acelera aí Direção segura: Saiba como conservar e identificar a hora de trocar as pastilhas de freios

Direção segura: Saiba como conservar e identificar a hora de trocar as pastilhas de freios

As pastilhas de freio são responsáveis por 70% do poder de frenagem dos veículos. E por isso devem ser trocadas imediatamente quando apresentarem desgastes. Mas como saber? Elas simplesmente avisam.

A manutenção das pastilhas de freio deve ser feita a cada 5 mil quilômetros
Pastilhas de freios devem passar pela manutenção a cada 5 mil quilômetros (Foto Pixabay)

As pastilhas ficam sempre nas rodas dianteiras, por isso é muito mais fácil para o motorista perceber. Alguns veículos possuem dispositivos que podem indicar o nível de desgaste. Um deles é eletrônico. A pastilha vem com sensor que acende uma luz amarela de manutenção no painel.

Mas para os carros sem esta tecnologia, o alerta é sonoro mesmo. Quando chegar ao nível máximo de desgaste, o batente metálico entra em contato com o disco de freio e produz um ruído específico.

Espessura

É possível ainda verificar visualmente o nível de desgaste da espessura do material de atrito da pastilha. A recomendação é que não seja inferior a dois milímetros das partes metálicas. Mas quem está mais apto a saber disso é um especialista, ou seja, o mecânico.

Uma sugestão é verificar a cada 5 mil quilômetros este desgaste. Ele pode variar conforme o tipo de condução de cada motorista e onde ele te costume de rodar. Carro que anda muito em estrada de terra, por exemplo, apresenta um gasto maior das partilhas.

Outras irregularidades que podem ser notadas durante a frenagem são trepidação no pedal de freio, curso longo do pedal, ruído ou frenagem deficiente.

Pastilhas de freios possuem espessuras recomendadas pelo fabricante

A recomendação é que a pastilha não seja inferior a dois milímetros das partes metálicas (foto: Pixabay)

Fique de Olho

Confira algumas dicas importantes na hora da manutenção das pastilhas, segundo a Cesvi Brasil:

  • Utilizar sempre pastilhas originais. As “paralelas” podem ter qualidade inferior e ser incompatíveis com o modelo do seu carro;
  • Substituir as pastilhas sempre por eixo, ou seja, trocar o par de pastilhas dos dois lados, para não causar desestabilização na hora da frenagem. Geralmente o jogo de pastilhas é fornecido com quatro componentes;
  • Verificar o empenamento do disco e retificar ou substituir se necessário, para não causar trepidações no pedal de freio e desgaste irregular das pastilhas novas;
  • É importante lembrar que o perfeito assentamento das novas pastilhas acontece nos primeiros 500 quilômetros rodados em perímetro urbano;
  • Freadas contínuas ou com um carregamento excessivo causam superaquecimentos dos freios, comprometendo a frenagem do veículo.

Leia mais em www.aceleraai.com.br

Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários