Home Notícias Minas Gerais Goleiro da Chapecoense fere ex-namorada com faca, destrói salão e rouba celulares no Norte de Minas

Goleiro da Chapecoense fere ex-namorada com faca, destrói salão e rouba celulares no Norte de Minas

O goleiro da Chapecoense, Gilsivan Soares da Silva, de 35 anos, é suspeito de esfaquear a ex-namorada, roubar celulares dela e de um rapaz. Além disso, teria destruído um salão em Espinosa, região Norte de Minas Gerais, na tarde dessa quarta-feira (13). De acordo com a polícia, o goleiro não é procurado, mas é esperado para prestar esclarecimentos.  

Gilsivan teria a suspeita de que a ex-namorada e o rapaz estariam em um relacionamento amoroso. Para se certificar, ele teria pegado os celulares do casal. O goleiro estaria na cidade, onde tem família, para tentar reatar com a ex.

O responsável por acionar a Polícia Militar (PM) foi o rapaz, de 21 anos, que teve o celular roubado. O jovem explicou que andava pelo bairro São Cristóvão no momento em que foi surpreendido pelo atleta. O goleiro do time de Santa Catarina fingiu que tinha uma arma no porta-luvas do carro que dirigia, e obrigou a vítima a entregar o celular.

Gilsivan Soares da Silva, de 35 anos, está no elenco profissional (Chapecoense/Divulgação)

A ex-namorada do goleiro, de 30 anos, também procurou a polícia. Ela afirma que estava em um salão no mesmo bairro, na rua Montes Claros, no momento em que o atleta pediu para falar com ela.

Passados alguns minutos, o goleiro pediu para que a mulher lhe entregasse o celular. Ela contou que foi obrigada a entregar o smartphone com uma faca no pescoço. O atleta foi embora do salão com o aparelho, mas voltou assim que percebeu que precisaria de um código para utilizá-lo.

Contudo, a vítima explicou que não quis passar a senha para ele. Os dois então, começaram a brigar e entraram em luta corporal. O goleiro quebrou grande parte da mobília do local. Quando ele conseguiu imobilizar a vítima, ela digitou a senha, mas a faca caiu da mão do goleiro e acertou o dorso do pé dela. A mulher foi levada ao hospital com uma fratura na falange proximal do pé esquerdo.

A assessoria de comunicação da Associação Chapecoense de Futebol informou que só fará um pronunciamento oficial quando se inteirar por completo dos fatos.

Comentários