Home Colunas 4 dicas simples para sobrar dinheiro no final do mês

4 dicas simples para sobrar dinheiro no final do mês

Quem nunca esperou o mês inteiro pelo dia do pagamento, e quando recebeu o salário ele acabou antes mesmo de chegar a sua mão?! Essa é uma realidade de milhões de brasileiros que não conseguem fechar as contas no final do mês.

Parece algo impossível fazer o dinheiro sobrar no final do mês, parece uma guerra infinita que as pessoas sempre perdem, mas a boa notícia de hoje é que: independentemente de qual é a sua renda, é possível, sim, fazer sobrar dinheiro no final do mês! Algumas mudanças nos seus hábitos e na forma como vocês lidam com o dinheiro podem facilitar essa caminhada.

Não parece ser uma tarefa fácil, exige disciplina, coragem e dedicação, mas é simples e perfeitamente possível fazer o dinheiro sobrar no final do mês.  Então confira no texto abaixo com as 4 dicas simples para você começar a colocar em prática hoje mesmo!

1 – Defina prioridades

O principal motivo que leva as pessoas a gastarem todo dinheiro em um curto espaço de tempo, é a falta de prioridades em suas escolhas. “Como assim?”, você deve estar se perguntando. A resposta é simples, porque tudo na vida é uma questão de prioridade. Você pode ir para uma balada e gastar R$ 200 em uma noite ou com o mesmo valor investir em títulos do tesouro direto. O que vai fazer você decidir entre um ou outro são suas prioridades.

Se hoje sua prioridade é viver como se não houvesse amanhã, a tendência é que todo dinheiro que cair em sua mão vá direto para um consumo imediato. Desta forma seu consumo é para gastos que buscam a satisfação instantânea e com isso rapidamente o dinheiro desaparece.

Se você tem objetivos claros de onde quer chegar (como, por exemplo: comprar a casa própria, trocar de carro ou começar a investir), a postura é diferente. Seu consumo prioritário vai estar direcionado ao custo-benefício e isso fará que você naturalmente economize mais dinheiro e gaste somente com o necessário, pois você precisa fazer o dinheiro sobrar para alcançar seus objetivos.

2 – Controle é a base da economia

Eu sei que sempre você escuta alguém dizendo que você precisa anotar seus gastos, se planejar melhor, fazer planilhas e etc. Mas são poucas as pessoas que têm a disciplina de manter esse controle ativo. Hoje o auxílio da internet facilita muito esse controle, existem diversos aplicativos que podem te ajudar a controlar suas finanças.

A grande questão é: porque é tão importante anotar tudo o que você gasta no mês? Quando não anotamos tudo que gastamos, é impossível visualizarmos para onde o dinheiro está indo e corremos um sério risco de gastar muito dinheiro com coisas supérfluas e não perceber. Como você se sentiria se soubesse que os lanches de sábado a noite consomem 50% do seu salário, obviamente você se assustaria e com certeza optaria por opções mais em conta – como comer em casa, às vezes.

Por esse motivo o controle é de extrema importância para que sobre dinheiro no final do mês, pois com seus gastos em mãos você consegue enxergar em qual lugar você pode economizar para sobrar dinheiro no final do mês.

3 – Cartão de crédito não é dinheiro

Parece óbvio, não é verdade? Mas muitas pessoas esquecem que o cartão de crédito é uma forma de pagamento e não dinheiro de fato. O cartão de crédito é um dinheiro que não existe, é um empréstimo que os bancos e as financeiras fazem a você, cobrando taxas e juros caso você atrase. Quando você se esquece deste detalhe corre o risco de gastar o cartão de crédito além da sua capacidade de arcar com as despesas.

Cartão de crédito pode ser uma ótima ferramenta financeira, desde que usada com sabedoria! Evite usar o cartão de crédito para qualquer compra, prefira usar o mesmo para compras maiores e estratégicas. O que acontece é que primeiro você gasta todo seu salário do mês e quando o dinheiro acaba e ainda faltam 20 dias para o mês acabar, você começa a usar o cartão como uma alternativa de sobrevivência. Quando chega o mês seguinte, todo seu salário é para pagar a fatura do cartão referente aos gastos do mês anterior. Você inicia o mês sem dinheiro e é quase que obrigado a passar o mês inteiro utilizando o cartão como forma de pagar suas contas.

Passando assim a ser um escravo de um empréstimo com altos juros caso você atrase. Prefira o dinheiro. Toda compra é emocional e, quando você passa o cartão de crédito, não percebe o dinheiro saindo, mas quando se paga em dinheiro ou no débito você percebe como aquele gasto pode fazer falta para você! Faça um teste em um bar, ou restaurante, e consuma os R$ 200 como de costume, mas ao invés de pagar com o cartão, pegue com dinheiro vivo, de preferência com notas de 10 e 20 reais. E você verá como é doloroso ver o dinheiro indo embora. No cartão de crédito você não percebe isso! Faça o teste e irá se surpreender.

4 – Tenha um planejamento

Benjamim Fraklin dizia “Se você falha em planejar, está planejando falhar”. O planejamento é a base para o sucesso financeiro para qualquer pessoa! Existem sim pessoas que tiveram um golpe de sorte, mas a maioria das pessoas precisa se planejar, e eu acredito que é bem melhor que contar com a sorte!

O planejamento financeiro é a vacina contra a falta de prioridades, como citamos na primeira dica – a falta de prioridades é um grande problema. A melhor forma de conduzir suas prioridades é através de um bom planejamento. Através do planejamento você começa a vislumbrar horizonte futuros, como começar a poupar para uma aposentadoria digna, começar a investir seu dinheiro, criar uma reserva de emergência, planejamento para viagens e compras maiores… Com tudo bem planejado é fácil decidir onde gastar seu dinheiro, pois você sabe como cada compra influencia no seu planejamento.

Você pode, como exemplo, juntar R$ 200 por mês durante um período de 12 meses e acumular R$ 2,4 mil para comprar um celular novo. Ou ir na loja e parcelar em 12 meses com altos juros e pagar por 2 celulares ficando somente com 1. O planejamento, quando bem feito, vai direcionar suas decisões e consequentemente vai te ajudar a economizar e fazer sobrar dinheiro no final do mês.

Agora você não tem mais desculpas de dizer que não sabe como fazer o dinheiro sobrar no final do mês. Coloque em prática essas dicas e você verá como sua vida financeira vai caminhar de modo diferente.

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes é pós-graduado MBA em Finanças, Auditoria e Controladoria, especialista em Lucratividade, empresário, escritor, palestrante e diretor da E2BH Consultoria Financeira. Dedica-se em compartilhar conhecimento como forma de nutrir nos jovens o interesse com foco no empreendedorismo e na inteligência financeira como alternativa de desenvolvimento sustentável. Tem como propósito: apoiar sonhos, compartilhar valores e contabilizar resultados plenos.

Comentários