Home NotíciasVariedadesInstagram cria plataforma de apoio a vítimas de depressão e ansiedade

Instagram cria plataforma de apoio a vítimas de depressão e ansiedade

O Instagram deu início a uma plataforma de auxílio a pessoas com depressão e ansiedade. A rede social é conhecida por ser um local de “vidas perfeitas”. De acordo com um estudo do Royal Society for Public Health, do Reino Unido, o aplicativo é o que mais atrapalha no sono, saúde mental e tem um impacto negativo na autoconfiança dos jovens.

+ Depressão e suicídio: O que você precisa saber para não julgar e AJUDAR DE VERDADE quem precisa

Leia mais: Leo Chaves descarta volta de dupla sertaneja com irmão Victor

Em uma atualização recente, o usuário que buscar pelos termos #ansiedade ou #depressão na aba “Explorar”, irá se deparar com a seguinte mensagem:

“Podemos ajudar? Publicações com as palavras ou tags que você está procurando muitas vezes incentivam um comportamento que pode fazer mal a uma pessoa e até levá-la à morte. Se você está passando por uma situação difícil, gostaríamos de ajudar”, diz a mensagem.

Instagram/Reprodução
Leia mais: Claudia Raia revela que quer ser mãe novamente: ‘Congelei óvulos’

Dependendo da ação que o usuário escolher, a pessoa poderá obter apoio falando com um amigo, um voluntário ou receber dicas.

Instagram/Reprodução

Na opção “fale com um amigo”, o usuário receberá um conselho para ter uma conversa aberta com alguém que a pessoa tenha intimidade e que possa auxiliá-la.

Já na opção “falar com um voluntário da linha de apoio”, a rede sociais oferecerá contatos do Centro de Valorização da Vida (CVV), que é uma associação de apoio emocional e prevenção do suicídio, que atende de forma voluntária todas as pessoas que necessitam.

Para completar, a opção “receba dicas e apoio” é um local de sugestões de relaxamento para que mente e coração fiquem mais tranquilos.

Pelas redes sociais, as pessoas elogiam a iniciativa da plataforma:

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.

Comentários