Home Veículos Acelera aí [Acelera Aí] Versão Attack da Frontier tem motor 2.3 diesel, tração 4×4 e câmbio automático de sete marchas

[Acelera Aí] Versão Attack da Frontier tem motor 2.3 diesel, tração 4×4 e câmbio automático de sete marchas

Agora importada da Argentina (antes vinha do México), a nova picape Nissan Frontier chega ao Brasil com muitas novidades. Andamos na versão intermediária e com apelo mais aventureiro, que resgata o sobrenome Attack e tem motor 2.3 diesel de 190cv, tração 4×4 e câmbio automático de sete marchas.

Teste - Frontier Attack 5

A picape da Nissan já tem história no Brasil: são quase duas décadas em nosso mercado (chegou no início dos anos 2000) e mais de 150 mil unidades vendidas. Mas a marca japonesa sabe que não basta ter apenas uma longa presença num mercado tão competitivo quando o das picape médias – são pelo menos cinco adversários de peso, como Chevrolet S10, Ford Ranger, Mitsubishi L200, Toyota Hilux e VW Amarok. Por isso, a nova geração da Frontier chega com alguns atrativos interessantes, como sistema de visão de 360° (não disponível na versão Attack).

Teste - Frontier Attack 7

Versão aventureira

Avaliamos a versão Attack, com um visual mais esportivo e aventureiro. O sobrenome já fez parte da linha, surgindo pela primeira vez em 2006, ainda na 10ª geração da Frontier. A segunda foi como modelo 2012, na 11ª geração. No Salão de Buenos Aires de 2017, a Nissan apresentou o conceito “Attack Concept”, que serviu de inspiração para a atual versão de produção.

Teste - Frontier Attack 3

Por fora, destacam-se os adesivos laterais com o nome da versão e a inscrição “4×4”, estribos laterais, barra tubular (popularmente conhecida como santantônio), rack de teto na cor preta, pneus todo-terreno e rodas escurecidas. Por dentro, vale destacar o novo sistema multimídia A-IVI, com tela de oito polegadas sensível ao toque (aplicativos Android Auto e CarPlay, assistência de voz e atualizações de software) e o controle de áudio no volante, que facilita as coisas para o motorista.

Teste - Frontier Attack 9

Gravidade zero

O pacote de segurança inclui câmera de ré, muito útil para evitar acidentes em manobras; sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, bancos “Gravidade Zero” (inspirados em tecnologia desenvolvida pela NASA para eliminar a fadiga e melhorar o conforto para o condutor), controles de tração e estabilidade (que ajudam, por exemplo, quando o motorista entra numa curva acima do limite) e apoio de cabeça e cinto de três pontos para o passageiro do meio. Mas faltam itens como airbags laterais e de cortina.

Teste - Frontier Attack 10

A dupla motor 2.3 biturbo e o câmbio automático de sete marchas se mostrou afinada. O propulsor possibilita uma tocada prazerosa, mesmo com a picape carregada. O câmbio funciona suave e com escalonamento das marchas bem dimensionado. O nível de ruídos interno está dentro do razoável para um motor a diesel (a Nissan disse que adotou para-brisas acústicos e isolamentos sonoros no para-lama, na tampa do motor, no console central e no painel), e não incomoda. O que incomoda é o nível de consumo um pouco elevado, mesmo quando rodamos apenas com o motorista na estrada e ar ligado (nessa condição, não passou de 10km/l).

Teste - Frontier Attack 4

A suspensão consegue equilibrar bem conforto, estabilidade e capacidade de carga. Mas é nítida a melhora no conforto quando se coloca peso na caçamba (rodamos com 400 quilos de carga e a mudança é muito nítida). A direção está bem calibrada para manobras e altas velocidades. A boa desenvoltura do sistema de tração 4×4 nas estradas de terra ruins que rodamos combina bem com o apelo aventureiro do visual

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Teste - Frontier Attack 8

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, longitudinal, quatro cilindros em linha, 2.3, 16V, turbo e injeção direta de diesel, que gera potência de 190cv (a 3.750rpm) e torque de 45,9kgfm (a 2.500rpm)

Transmissão – Tração 4×4 e câmbio automático de sete marchas

Suspensão – Dianteira, independente, com braços duplos triangulares sobrepostos; e traseira, eixo rígido

Direção – Assistência hidráulica

Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Dimensões – Comprimento, 5,26m; largura, 1,85m; altura, 1,85m; e entre-eixos, 3,15m

Rodas e pneus – Rodas de liga de 16 polegadas, calçadas com pneus 255/70 R16

Caçamba – 1.054 litros

Tanque – 80 litros

Peso – 2.075 quilos

Teste - Frontier Attack 6

Principais equipamentos – Ar-condicionado, direção hidráulica, painel de instrumentos multifuncional colorido de 5 polegadas, saídas de ar´condicionado para o banco traseiro, volante com acamento em couro, volante multifunional com ajuste de altura manual, alarme , controle automático de descida (HDC), controles de tração e estabilidade, sisstema de auxílio de partida em rampa (HSA), sistema multimidia A-IVI de 8″ com Android Auto & Apple Car Play, câmera de ré, adesivos Exclusivos “Attack”, estribo Lateral Dark Chrome, faróis de neblina, protetor de motor, rack de teto e bloqueio de diferencial eletrônico.

Preço – R$ 155.590.

⇒ VOCÊ E O ACELERA AÍ
Dicas e sugestões: [email protected]
Visite e curta a fanpage do Acelera Aí (www.facebook.com/aceleraai/)
Instagram/@aceleraaibh
Os editores do Acelera Aí apresentam a coluna Acelera BandNews, na Rádio BandNews FM BH (89,5). Ouça também através da fanpage @radiobandnews.

Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários