Home Notícias BH Tatuadora cobrirá, de graça, desenhos feitos em vítimas por assediador da Savassi

Tatuadora cobrirá, de graça, desenhos feitos em vítimas por assediador da Savassi

“Uma tatuagem conta uma história de vida. Nenhum tatuador quer que sua arte conte uma lembrança triste”. Baseada nesse sentimento, a tatuadora Isadora Carvalho, dona do conceituado estúdio Isa Tattoo Arts, em BH, fará, totalmente de graça, a cobertura de tatuagens feitas pelo assediador da Savassi (relembre o caso AQUI). Uma outra iniciativa, do estúdio Godarc Tattoo, também ajudará as mulheres vítimas, cobrando apenas 30% do valor, que será destinado à Casa de Referência da Mulher Tina Martins.

Isadora é um dos fortes nomes no mercado da tatuagem em BH. Atualmente na Austrália, a tatuadora estará em maio em seu estúdio na capital mineira e reservará, todos os dias, um horário para atender as vítimas.

“A gente sente muito prazer pelo que faz, fazemos porque a gente ama. O ganho financeiro é mais uma consequência. Como as minhas tatuagens têm um valor mais alto, não é todo mundo que tem acesso. Uma cobertura, fazer essa resignificação, tem um valor ainda mais alto. Por isso tivemos essa ideia”, conta a tatuadora ao BHAZ.

A profissional já fez a cobertura de três vítimas do tatuador da Savassi. “A primeira menina ainda não sabia bem o que tinha ocorrido. Já a segunda, tomou um pavor dele. Mesmo assim ainda se culpou um pouco, queria entender se era um problema somente com ela, mas aí expliquei tudo. A terceira chorou muito, pediu para fazer a cobertura da tatuagem, disse que havia sido o pior momento da vida dela”, conta Isadora.

“Eu nunca passei por isso, mas sou mulher, então consigo imaginar a situação. Sei que é um momento de carência emocional, e que essa ajuda fará uma diferença na vida delas”, explica a tatuadora.

Para participar, as vítimas deverão preencher um formulário, que será lançado no Instagram da profissional até o fim desta semana . “Elas deverão preencher o formulário e anexar fotos das tatuagens. Dessa forma, eu e minha equipe faremos uma análise para ver melhor forma de fazer a cobertura”.

A tatuadora tentará parceria com clínicas de remoção a laser. “Se a tatuagem for muito grande, pode precisar de algumas sessões de laser. A cobertura não é uma coisa muito fácil, a pessoa precisa estar aberta às sugestões do tatuador”, explica.

Valores simbólicos

A tatuadora Camilla Campos, idealizadora da Godarc Tatuagem, quer transformar as lembranças ruins vividas pelas mulheres em algo positivo. “Logo após a repercussão do caso, muitas pessoas nos marcaram em publicações. Somos um estúdio só de mulheres, estamos sempre engajadas em causas femininas”, explica.

Até o mês de julho, o estúdio cobrará apenas 30% do valor da tatuagem para mulheres vítimas do tatuador ou que tiverem sofrido alguma agressão. “Queremos proporcionar, para essas mulheres, uma experiência completa, a melhor possível. Já ressignificamos a tatuagem de uma vítima, outras já estão agendadas”, relata.

Para alterar ou cobrir a tatuagem, basta a mulher enviar um relato com foto e projeto do que desejar fazer para [email protected]. Será uma vaga por mês, durante três meses, para cada tatuadora.

“O valor pode variar de acordo com o que a mulher quiser fazer. Algumas querem somente cobrir, outras querem mudar completamente, aumentar. O importante é elas saírem satisfeitas e felizes”, completa.

Todo o dinheiro arrecadado nestes três meses irá para a Casa de Referência da Mulher Tina Martins, que presta serviços de atendimento à mulher em situação de violência.

Orientações na hora de tatuar

Além do desconto nas tatuagens, o estúdio Godarc também preparou uma lista com nove dicas para as mulheres entenderem o que não pode ser feito durante uma sessão.

  1. NÃO é necessário ficar sem roupas em situação alguma na hora da tatuagem. A não ser que o desenho seja feito em uma região íntima.
  2. Mesmo se for tatuar uma região abaixo dos seios ou costela, sempre existe a OPÇÃO de ir com sutiãs que ficam colados nos seios. E isso não interfere em NADA no procedimento!
  3. Também tem a OPÇÃO de se cobrir com a sua blusa ou colar um papel toalha e fita crepe em cima.
  4. Um tatuador ou tatuadora profissional NUNCA vai te pedir para tirar nada da roupa que não seja necessário. O(a) profissional deve te mostrar opções para que você se sinta mais confortável durante o procedimento, como te oferecer um lençol ou avental hospitalar, por exemplo.
  5. Quando for uma tatuagem em que seja necessário contato de apoio em qualquer região do seu corpo, é sempre AVISADO antes, de forma RESPEITOSA. Isso nunca deve ser imposto a clientes, como visto em alguns relatos.
  6. Se você desconfiar de qualquer abuso, VÁ EMBORA! Não se preocupe com tatuagem pela metade, pois isso pode ser resolvido.
  7. Fique atenta à qualquer elogio ou comentário invasivo que te deixe DESCONFORTÁVEL.
  8. Historicamente, a tatuagem é uma profissão muito marginalizada. Hoje em dia, usamos todos os recursos possíveis para ter uma apresentação mais séria e PROFISSIONAL. Pode ter certeza que um tatuador bacana se preocupará em tirar todas as suas dúvidas, desde o momento da marcação de horário até o pós-tattoo.
  9. E, se ainda assim você não se sentir segura, não faça! Parte do processo é ter identificação e confiança no profissional. Se te deixou desconfortável em algum momento, procure outra pessoa para fazer sua tatuagem.
Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista no Portal BHAZ

Comentários