Home Notícias Minas Gerais Militares que trabalham em Brumadinho serão homenageados com Medalha da Inconfidência

Militares que trabalham em Brumadinho serão homenageados com Medalha da Inconfidência

O Conselho da Medalha da Inconfidência definiu que os bombeiros que ainda trabalham nas buscas pelas vítimas da tragédia da Vale em Brumadinho serão homenageados com a honraria no próximo dia 21 de abril, durante evento de celebração do Dia da Inconfidência, em Ouro Preto, na região Central de Minas.

A decisão de homenagear as instituições que trabalham em Brumadinho já havia sido cogitada pelo governador Romeu Zema (Novo) e foi confirmada pelo conselho na segunda-feira (8). Nesta quarta-feira (10), os representantes da medalha devem definir quem serão todos os homenageados.

Além dos oficiais, há pedidos para que outras personalidades sejam homenageadas, como a solicitação feita pelo deputado Bruno Engler (PSL) para que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) seja um dos agraciados (saiba mais aqui).

O Governo de Minas promete fazer uma cerimônia mais enxuta por conta da situação econômica do Estado. O decreto 46.067, de 2012, prevê que o número de homenageados pode chegar a 170. O Governo garante que a quantidade de condecorações deste ano ainda está em discussão.

Em 2018, a solenidade da Medalha da Inconfidência custou R$ 631,9 mil. Ainda não há expectativa de gasto para este ano. “Sobre o valor que será destinado ao evento neste ano, informamos que os detalhes da cerimônia ainda estão sendo finalizados”, disse o Executivo.

A administração também garantiu que a lista com os nomes dos agraciados também está em fase de finalização e será publicada no Diário Oficial do Estado.

Comentários