Home Notícias Brasil Haddad é acusado de homofobia contra Carlos Bolsonaro: ‘Priminho tá bem?’

Haddad é acusado de homofobia contra Carlos Bolsonaro: ‘Priminho tá bem?’

O ex-candidato à Presidência da República Fernando Haddad (PT) está sendo acusado de homofobia. O motivo é uma discussão do petista com Carlos Bolsonaro (PSL) pelas redes sociais.

Nessa quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro anunciou a criação do 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família. Por conta disso, Haddad compartilhou em seu Twitter uma publicação de abril de 2010 onde o então deputado federal criticava o programa: “O Bolsa-farelo (família) vai manter esta turma no poder”, dizia o tuíte de Bolsonaro.

Rebatendo a publicação e o anúncio do 13º, o petista questionou: “Será que 1/12 do bolsa-farelo (13º parcela) vai reverter sua situação no Nordeste?”, postou o ex-prefeito de São Paulo.

Em defesa do pai, Carlos Bolsonaro, que é vereador no Rio de Janeiro, postou: “Chora marmita”. O termo foi baseado no termo “marmita de presidiário”, maneira pela qual os apoiadores de Bolsonaro chamam Haddad pelo fato dele visitar constantemente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde está há um ano.

A tréplica de Haddad, que é apontada como homofóbica, foi a frase: “Priminho tá bem?”. Isso porque há rumores de que Carlos Bolsonaro teria um relacionamento amoroso com seu primo Léo Índio e, por essa razão, Haddad tentou ridicularizá-lo pelo fato de possivelmente ser homossexual. r

Trechos das conversas entre Haddad e Carlos Bolsonaro (Reprodução/Twitter)

Na continuidade da discussão, o vereador do Rio perguntou se o petista “continua chorando marmita”, enquanto Haddad falou para ele fazer algo pelo Rio de Janeiro, pelas vítimas das enchentes da última semana.

Novamente, o vereador rebateu dessa vez postando uma matéria da Folha S. Paulo abordando que enquanto foi prefeito da capital paulista utilizou somente 39% do orçamento previsto para controle de cheias em bacias e córregos.

Comentários