Home Notícias Brasil BR-381 será contemplada por pacote do governo para estradas; caminhoneiros terão crédito de R$ 30 mil

BR-381 será contemplada por pacote do governo para estradas; caminhoneiros terão crédito de R$ 30 mil

O governo federal anunciou nesta terça-feira (16) investimentos de R$ 2 bilhões em rodovias brasileiras e de R$ 500 milhões, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para linhas de crédito para caminhoneiros autônomos. O anúncio foi feito no Palácio do Planalto pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Do montante de R$ 2 bilhões, cerca de R$ 900 milhões serão usados para manutenção das rodovias federais.

Entre as BRs contempladas com os recursos, a conhecida Rodovia da Morte, a 381, no trecho entre Belo Horizonte e Governador Valadares, levará parte dos recursos para conclusão de 66 quilômetros da duplicação que está em curso.

De acordo com o Movimento Nova 381 – iniciativa da Federação das Indústrias de Minas Gerais, Fiemg, que acompanha de perto as obras de duplicação da estrada e tem foco no desenvolvimento econômico e industrial da região – parte dos recursos anunciados hoje serão adicionados aos R$ 169 milhões já previstos no Orçamento 2019 para a conclusão de 66 quilômetros de duplicação nos lotes 7 e 3.1 a serem entregues antes do edital de concessão da BR-381, previsto para o primeiro semestre de 2020.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) em Minas foi procurado pelo BHAZ e informou que ainda não têm as determinações de como os recursos serão usados.

Chuvas

Onyx afirmou que as chuvas intensas do verão, aliadas ao transporte rodoviário, prejudicaram estradas em todo o país. “Historicamente, há muitos anos nós não tínhamos chuvas tão intensas e tão difusas no Brasil. Nós já não tínhamos uma manutenção das rodovias brasileiras”, afirmou o ministro.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, também presente à entrevista coletiva no Palácio do Planalto, informou que, entre as obras previstas, está a pavimentação da BR-163, que liga o Centro-Oeste ao Norte do país.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, os investimentos vão para:

  • BR-381/MG: conclusão de 66 km
  • BR-116/RS: conclusão de 69 km de duplicação
  • Entrega da Ponte do Guaíba, no Rio Grande do Sul
  • BR-163/PA: pavimentação até o porto de Miritituba
  • BR-101/BA: duplicação de 84 km
  • BR-242/MT: licenciamento ambiental e construção de 8 pontes de concreto que substituirão pontes de madeira
  • BR-135/MA: complementação do trecho de Estiva a Bacabeira

De acordo com Onyx, o dinheiro a ser usado para as obras nas rodovias deverá ser compensado no orçamento dos ministérios com cortes de despesas.

R$ 30 mil para pneus e manutenção

Os caminhoneiros autônomos poderão ter linha de crédito para aquisição de pneus e manutenção dos veículos – cada um deve ter no máximo dois caminhões registrados em seu nome. O crédito será de R$ 30 mil por caminhoneiro e deverá ser ofertado, inicialmente pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

“Temos que lidar com uma realidade que é a escolha que o Brasil fez há cinco décadas, do modal rodoviário, e que precisa ser enfrentada para garantir respeito e valorização do trabalhador e o abastecimento da população brasileira”, disse o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

De acordo com Lorenzoni, a falta de manutenção de veículos é um dos principais problemas, identificados em blitz da Polícia Rodoviária Federal, que impacta na segurança das rodovias brasileiras. Manter as condições dos caminhões em ordem também tem um custo alto para os profissionais autônomos, segundo o ministro.

Com informação da Agência Brasil

Comentários