Home Notícias Brasil ‘Ei, matei Daisy’: Homem mata a ex em motel e avisa familiares antes de cometer suicídio

‘Ei, matei Daisy’: Homem mata a ex em motel e avisa familiares antes de cometer suicídio

Um caso de feminicídio seguido de autoextermínio chocou moradores das cidades de Campina Grande e Queimadas, no agreste paraibano, nessa segunda-feira (15). Um homem de 42 anos matou a ex-esposa dentro de um motel em uma rodovia entre os dois municípios. O crime ocorreu dois dias depois que a vítima completou 40 anos. Depois de assassinar a mulher, o autor enviou mensagens ao irmão informando sobre a morte dela e dizendo que cometeria suicídio com uma arma.

A Polícia Civil da Paraíba informa que o homem e a mulher estavam separados há 9 dias e que já não viviam juntos há cerca de um ano. Além disso, os investigadores acreditam que ele premeditou o crime. “Ei, matei Dayse, estou me suicidando agora”, escreveu Aderlon Bezerra de Souza. Na sequência, ele continuou: “Estou no parque motel, suíte 24, agora não tem mais jeito. ‘Xau mano’”. “Com quem?”, pergunta o irmão, ao que Aderlon respondeu: “revólver”.

Os corpos de Aderson e Dayse Ariceia da Silva Alves foram encontrados um ao lado do outro em uma cama dentro de uma suíte do motel. O crime foi descoberto depois que funcionários do local escutaram tiros e chamaram a Polícia Militar. O ex-casal deixou duas filhas, uma de 8 e outra de 17 anos.

Agora, as autoridades trabalham para entender como o homem atraiu a ex para o motel. A princípio, os investigadores acreditam que ele a tenha chamado ao local para comemorar o aniversário dela. Os dois se conheceram quando a vítima tinha 15 anos e passaram mais de 20 juntos. O agressor não aceitava o fim do relacionamento, conforme relataram familiares.

Os corpos do ex-casal foram liberados do Instituto Médico Legal (IML) da região nesta terça-feira (16) e serão enterrados nesta quarta (17) a partir das 16h no Campo Santo da Paz, em Campina Grande.

Comentários