Home Veículos Acelera aí [Acelera Aí] EcoSport Titanium perdeu estepe e ganhou pneus Run Flat

[Acelera Aí] EcoSport Titanium perdeu estepe e ganhou pneus Run Flat

A versão Titanium do SUV compacto da Ford perdeu o estepe, que foi substituído por pneus Run Flat que podem rodar furados e por um kit de reparo. Com a ausência do pneu pendurado, os designers deram uma pequena repaginada na traseira. O motor 2.0 foi substituído pelo motor 1.5 de três cilindros, que faz dupla com o câmbio automático de seis marchas. O fôlego é menor, mas o apetite também.

Teste - EcoSport 2019 1

Estepe pendurado na traseira agrada àqueles consumidores que desejam que o EcoSport fique com estilo mais fora-de-estrada. Mas o pneu exposto na traseira vinha sendo alvo de críticas de muitos outros proprietários do modelo, que reclamavam dos furtos, dos ruídos e dos danos causados em outros veículos em manobras em marcha à ré. Por isso, a Ford resolveu eliminá-lo em uma das versões da linha 2020.

Teste - EcoSport 2019 2

Aparência mais urbana

Com a saída do estepe, a traseira da versão Titanium passou por uma pequena mudança, quase imperceptível: a placa passou do para-choque traseiro para a tampa do porta-malas, que continua com a abertura lateral e com a maçaneta de abertura embutida na lanterna direita. Sem o pneu do lado de fora, o EcoSport ficou realmente com a aparência mais urbana.

Teste - EcoSport 2019 8

Como o porta-malas não foi projetado para abrigar o estepe, a solução encontrada pela Ford foi dotar o modelo com pneus Run Flat, ou ZP (Zero Pressure), que podem rodar com pressão zero a uma velocidade limite de 80km/h e a uma distância máxima de 80 quilômetros. Para ampliar essa distância para 200 quilômetros e trazer mais tranquilidade para o motorista, a Ford colocou no porta-malas um kit de reparo. O sistema de monitoramento da pressão dos pneus avisa quando há um problema.

Teste - EcoSport 2019 4

Pneus Run Flat

Para rodarem murchos, esses pneus ZP têm as laterais reforçadas para não evitar que, quando o pneu estiver vazio, a roda toque o chão e que a borda fique em contato com a roda. Se, por um lado, esses pneus Run Flat têm a vantagem de proporcionar tranquilidade ao motorista no sentido de não precisar para o carro em situações que poderiam representar um risco à segurança; por outro, muitos questionam se eles suportariam rodar furados nas péssimas estradas que ainda temos em grande parte do território brasileiro.

Teste - EcoSport 2019 9

A saída do motor 2.0 tirou um pouco do fôlego do EcoSport Titanium. Embora tenha uma concepção mais moderna, o motor 1.5 Ti-VCT de três cilindros e 137cv (com etanol) tem uma performance apenas razoável. Falta um pouco de torque em baixas rotações. Por outro lado, o consumo é bom para um carro que pesa mais de 1.300 quilos (com gasolina, ar ligado e somente o motorista, o computador de bordo registrou médias acima de 14km/l na estrada). O câmbio automático de seis velocidade tem trocas suaves e as mudanças podem ser feitas por teclas junto ao volante, o que possibilita trocas um pouco mais rápidas. A direção está bem calibrada e a suspensão consegue aliar bem conforto e estabilidade.

Teste - EcoSport 2019 7

Outro atrativo do EcoSport Titanium é a lista de equipamentos de série, que contempla itens importantes e interessantes, como sete airbags (frontais, laterais, de cortina e do joelho do motorista), sistema anticapotamento, controles de tração e estabilidade, sistema multimídia SYNC 3 com tela de oito polegadas, sistema de monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado e sistema de som de primeira (Sony Premium Sound), que faz muito bem para os ouvidos dos ocupantes.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Teste - EcoSport 2019 10

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 12 Válvulas, 1.493cm³ de cilindrada, duplo comando com variador na admissão e escape, que gera potências de 130cv (gasolina) e 137cv (etanol) a 6.500rpm e torques de 15,6kgfm (gasolina) e 16,2kgfm (etanol) a 4.500rpm

Transmissão – Câmbio automático de seis marchas, tração dianteira

Direção – Assistência elétrica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, eixo de torção

Dimensões – Comprimento, 4,09m; largura, 1,76m; altura, 1,69m; e entre-eixos, 2,51m

Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 17 polegadas, calçadas com pneus 205/50 R17

Porta-malas – 356 litros

Tanque – 52 litros

Peso (em ordem de marcha) – 1.310 quilos

Teste - EcoSport 2019 5

Principais equipamentos – Controle automático de velocidade, pneus Run Flat, ar-condicionado automático e digital, direção elétrica, espelhos retrovisores externos com pisca integrado, sistema SYNC® 3 com tela de 8 polegadas (conectividade com CarPlay e Android Auto), câmera de ré, controles de áudio no volante, assistência de Emergência, sistema de som Sony Premium Sound (nove 9 alto-falantes), painel de instrumentos com tela colorida de 4,2 polegadas, acesso inteligente e partida sem chave, sensor de chuva, sete airbags, sistema de monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, sensor de monitoramento de pressão dos pneus, luzes diurnas em LED, controles de tração e estabilidade, sistema anticapotamento, assistente de partida em rampas, volante revestido em couro, assoalho inteligente do porta-malas, bancos revestidos em couro ecológico Light Stone, teto solar elétrico e rodas de liga de 17 polegadas.

Preço – R$ 100.890. Com pintura perolizada, R$ 102.340

)

Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários