Home Notícias Internacional Mulher retira doação de R$ 30 mil ao descobrir que garotinha com câncer tem duas mães

Mulher retira doação de R$ 30 mil ao descobrir que garotinha com câncer tem duas mães

Uma mulher desistiu de fazer uma doação para uma criança com câncer por ela ser filha de um casal de lésbicas. As mães da pequena Callie, de 1 ano e seis meses, fizeram um desabafo por meio das redes sociais para contar o ocorrido. Elas vivem em uma cidade localizada em Ohio, nos Estados Unidos.

Tiffany e Albree Shaffer foram informadas no fim do ano passado do diagnóstico de Callie, que tem neuroblastoma avançado, um tipo de câncer que se desenvolve a partir de células nervosas imaturas. Uma semana depois, o casal ainda descobriu que a menina estava no estágio quatro e que precisaria de 18 meses de quimioterapia e radiação.

A notícia do doença da filha se espalhou pelas redes sociais e, comovidas, diversas pessoas se dispuseram a ajudar. Com isso, a irmã de Tiffany Shaffer, Lorrie Teate, criou um evento de arrecadação de fundos online para ajudar a levantar dinheiro para as despesas médicas da garotinha.

“Ela vai precisar de 18 meses de quimioterapia e radioterapia, ela precisará de um transplante de medula óssea e também precisará de uma cirurgia futura para remover o tumor assim que ele encolher”, escreveu Teate em uma página do GoFundMe, uma plataforma de arrecadação.

“O que eu estou pedindo é para você me ajudar a tirar esse fardo financeiro dessas pessoas maravilhosas”, finalizou a irmã de Shaffer.

Apesar de todo o apoio recebido por familiares, amigos e comunidade, o casal contou que recebeu uma mensagem homofóbica. Uma mulher teria dito que faria doação de US$ 7,6 mil (aproximadamente R$ 30 mil), mas desistiu após descobrir que a menina era “filha de duas mães”.

“Minhas orações por Callie. Eu ia doar US$ 7,6 mil para ela, mas descobri que os pais dela são lésbicas. Eu escolhi fazer uma doação para St. Jude devido a esse fato”, afirmou. A mensagem pode ser vista uma captura de tela, compartilhada por Tiffany Shaffer em um postagem no Facebook.

A mulher ainda completou: “Desculpe, ainda vou rezar por ela, mas talvez seja a maneira de Deus de chamar sua atenção que ela precisa de uma mãe e um papai, não duas mamães”.

Albree Shaffer disse que ela e Tiffany Shaffer ficaram “chocadas e enojadas” com o comentário, mas não responderam à mensagem ofensiva.

“Tentamos não ficar chateados, mas foi difícil”, disse Albree Shaffer. “Eu não podia acreditar que ela nos procurou para nos dizer isso diretamente. Ela poderia simplesmente não ter doado e ignorado a página”, lamentou.

Comentários