Home Notícias Brasil ‘O Anjo bom da Bahia’: Vaticano reconhece milagre e Irmã Dulce se tornará santa

‘O Anjo bom da Bahia’: Vaticano reconhece milagre e Irmã Dulce se tornará santa

O papa Francisco assinou um decreto reconhecendo o segundo milagre atribuído a Irmã Dulce e com isso a religiosa será proclamada santa da igreja católica. A informação foi divulgada pelo Vatican News, o canal de oficial do Vaticano, nesta terça-feira (14).

Apesar de não revelar o milagre atribuído, o Vaticano ressaltou que a celebração de canonização acontecerá de forma solene, mas sem data divulgada.

O primeiro milagre atribuído à religiosa nascida na Bahia foi o da recuperação de uma paciente que teve grave hemorragia após o parto. Na ocasião o sangramento parou imediatamente sem intervenção médica. Ao reconhecer esse milagre, a religiosa foi beatificada em maio de 2011.

Para que uma pessoa seja considerado santo (a) é preciso que dois milagres sejam reconhecidos pela Santa Sé. Irmã Dulce será a primeira brasileira, nascida no Brasil, a virar santa, visto que Santa Paulina é considera a primeira santa brasileira, mesmo tendo nascido na Itália.

Maria Rita Lopes de Sousa Brito, conhecida como irmã Dulce, nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e faleceu na mesma cidade, em 22 de maio de 1992, era religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. Suas obras de caridades e de assistências aos pobres e necessitados fez com que fosse como “O Anjo bom da Bahia”.

Comentários