Home Notícias BH Kalil veta projeto de lei e proíbe instalação de banheiros químicos no Hipercentro de BH

Kalil veta projeto de lei e proíbe instalação de banheiros químicos no Hipercentro de BH

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) vetou o Projeto de Lei (PL) que determinava a instalação de banheiros químicos no Hipercentro de Belo Horizonte. As razões do veto foram publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) desse sábado (18).

De autoria do vereador Catatau do Povo (PHS), a proposição determinava que fossem instalados, de forma permanente, dois banheiros – um masculino e um feminino – a partir da Praça Sete, na avenida Afonso Pena, em cada quadra do trecho, até a rodoviária.

Ao vetar o PL, Kalil destacou que não foi indicado a “fonte de custeio ante a geração de despesa decorrente da proposição” e que isso foi um dos obstáculos encontrados para aprovação. Além disso, a Secretaria Municipal de Política Urbana (SMPU) ponderou que o excesso de banheiros no Hipercentro “acarretaria poluição visual à região classificada como Conjunto Urbano Tombado”.

O PL que previa a instalação destes equipamentos foi aprovado em abril pelos vereadores de BH e as razões do veto podem ser lidas na íntegra clicando aqui.

São pouquíssimos os banheiros públicos na região Central da capital, com destaque para os sanitários no Parque Municipal (gratuito) e no Terminal Rodoviário Israel Pinheiro (rodoviária), onde há taxa de R$ 2 – quem vai viajar e tem o bilhete em mãos é isento do pagamento.

Comentários