Home Notícias Minas Gerais Barão de Cocais: Com talude cedendo até 19cm/dia, comércio fecha por medo de colapso em barragem

Barão de Cocais: Com talude cedendo até 19cm/dia, comércio fecha por medo de colapso em barragem

O fechamento de agencias bancárias e de lojas leva ainda mais apreensão aos moradores da cidade Barão de Cocais, na região Central de Minas Gerais. A cidade vive apreensiva sobre a possibilidade de que ocorra, a qualquer momento, o colapso do talude norte da mina de Gongo Soco da mineradora Vale S.A.

De acordo com a Agência Nacional de Mineração (ANM), no começo da tarde deste sábado (25), a velocidade de deformação na porção inferior do talude norte foi de 14,2 cm/dia. Em alguns pontos isolados, o número chegou a 19 cm/dia. Com a iminência do rompimento, há a possibilidade de que o mesmo ocorra com a barragem Sul Superior de Gongo Soco.

O talude é um paredão que está cheio de água e fica localizado acima da cava de mineração. A barragem que pode ser atingida está a 1,5 quilômetro da cava.

Com 27 militares distribuídos em locais estratégicos na cidade, o Corpo de Bombeiros faz o acompanhamento da situação e orienta a população neste sábado.

O receio de que o pior ocorra fez com que o comércio e serviços essenciais, como Correios e agências bancárias, deixassem de ser oferecidos para a população, ou seja, as portas foram fechadas.

O tenente-coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil de Minas Gerais, afirma que o fechamento ocorreu “de forma desnecessária” e solicita a volta do funcionamento. “Quando a pessoa está em crise e nós deixamos de prestar o serviço de utilidade, nós potencializamos isso. Pedimos que eles voltem a funcionar, pois os Correios, as agências bancárias podem trabalhar de forma segura. Os serviços públicos e particulares devem ser retomados para darmos tranquilidade e não vitimar ainda mais as pessoas”, disse.

A Defesa Civil já delimitou os pontos de encontro na cidade caso ocorra o rompimento da barragem. Para ver os locais e os pontos onde a mancha da lama pode atingir, clique aqui.

Recado colocado em agências dos Correios em Barão de Cocais (Reprodução/Twitter)

Sirenes em Santa Bárbara

No fim da manhã deste sábado, houve um acionamento indevido de duas sirenes da mineradora Anglo Gold Ashanti, em Santa Bárbara, nas comunidades de Santa Quitéria e Praia, próximas à Barra Feliz. A empresa informou, por meio de um comunicado, que foi solicitado pela Defesa Civil que deixasse de sobreaviso seu sistema de emergência, caso haja o colapso da barragem da Mina de Gongo Soco.

A empresa então estaria fazendo testes, quando a sirene tocou, por menos de cinco segundos. A Anglo afirma ter enviado equipes imediatamente para acalmar e explicar o ocorrido para a população no entorno.

Defesa Civil Estadual/Divulgação

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Comentários