Home Veículos Acelera aí Ducati muda de comando em BH e busca dobrar sua participação de mercado

Ducati muda de comando em BH e busca dobrar sua participação de mercado

Com a expectativa de dobrar sua participação da Ducati em Minas Gerais no segmento das motocicletas de 500 cc – hoje em cerca de 3% -, a O2BH, do Grupo Orange, foi nomeada para comandar a marca em Belo Horizonte.

Inaugurada nesse sábado (1º), em novo local no bairro Estoril (Avenida Barão Homem de Melo), a nova loja espera mostrar que a principal concorrente, a BMW, terá uma adversária de peso a partir de agora.

Otimismo

Carlos Augusto Constantino, diretor comercial do Grupo Orange, Diego Borghi presidente da Ducati do Brasil e Felipe Nacif, diretor geral do Grupo Orange
Carlos Augusto Constantino, diretor comercial do Grupo Orange, Diego Borghi presidente da Ducati do Brasil e Felipe Nacif, diretor geral do Grupo Orange (Estevão Galvão Fonseca)

O otimismo do grupo mineiro é ratificado pela diretoria da Ducati no Brasil. Tanto que o presidente da empresa, Diego Borghi, esteve em Belo Horizonte para um evento apenas para convidados durante esta semana e dar total apoio aos novos representados.

“Eles (do grupo Orange) são os maiores especialistas em motos em Belo Horizonte e por isso estão prontos para atuar de uma forma diferenciada”, afirmou o executivo.

Leia também: Nos arquivos da Ducati

Conceito inovador

Sob o comando do empresário Felipe Nacif, o Grupo Orange está na capital desde 2014 e implantou um conceito inovador de vender motos, seguindo um modelo muito comum nos Estados Unidos, onde várias marcas são oferecidas aos consumidores, lado a lado em um espaço único, respeitando a individualidade de cada uma delas.

Sendo assim, a loja da Ducati agora funciona tendo como vizinhos show-roons da KTM, Yamaha e Kawasaki.

Para Nafic, é possível, sim, esta convivência em harmonia. “Esta unificação de localização possibilita uma proximidade maior do cliente e as ações de vendas tornam-se muito mais eficientes”, observa.

Além disso, Nacif salienta que a equipe do grupo está extremamente entusiasmada.

  “A Ducati é uma marca com a qual o grupo se identifica fortemente. Além disso, ela vive um momento muito interessante em termos de portfólio de produtos, e vem crescendo com consistência no Brasil”, analisa.

A linha Ducati é composta por motos que privilegiam esportividade (Foto: Estevão Galvão Fonseca)
A linha Ducati é composta por motos que privilegiam esportividade
(Foto: Estevão Galvão Fonseca)

DNA esportivo

A linha Ducati é composta por motos de alta cilindrada e DNA esportivo. Um dos modelos mais recentes é a Multistrada 1260 S que desembarcou no Brasil em outubro de 2018 para reforçar o domínio da Ducati no segmento big trail de alta cilindrada.

Equipada com motor de 1.262 cc de 158 cv de potência, a moto traz como novidade a opção de cor branca.

O presidente da Ducati do Brasil, Diego Borghi ressalta ainda que este ano a empresa irá importar a superesportiva V4R, criada para correr nas pistas da motovelocidade da Superbike e que ganhou uma versão de rua.

Com produção limitadíssima, terá apenas 10 unidades disponíveis para o Brasil. Uma delas já está encomenda por um cliente mineiro.

A Diavel 1260 é outro produto que chega ao País até dezembro para engrossar as opções para o mercado brasileiro.

Leia também: Dicas para viagem de moto

Clube ativo

Considerados os mais fiéis à marca italiana, os membros do Ducati Owner Club MG (DOC-MG) prosseguem com suas ações independentemente de quem é o representante no Estado.  

O presidente da entidade, José Roberto Serenini conta que antes mesmo da inauguração da nova loja, já foi organizado um passeio pelas imediações de Belo Horizonte.

Com 180 membros, o clube também costuma se reunir no Circuito dos Cristais, em Curvelo, para acelerar e aproveitar toda a potência das motocicletas em um lugar adequado e seguro.

“Mas também fazemos passeios mais leves próximos à cidade, com nossas mulheres e namoradas”, acrescenta.

Como todos os clubes da Ducati espalhados pelo mundo, a entidade de Minas Gerais também é convidada para os eventos internacionais oficiais.

Como o que acontece a cada dois anos, sempre no mês de junho, na Itália, com todos os DOCs no World Ducati Week (WDW), considerado o maior encontro de motos do mundo.

Todos os anos, os dirigentes também vão a San Marino para um evento mundial da marca.

Foto: Estevão Galvão Fonseca
Foto: Estevão Galvão Fonseca
Foto: Estevão Galvão Fonseca
Foto: Eduardo Aquino
Foto: Estevão Galvão Fonseca
Foto: Estevão Galvão Fonseca)

Texto: Luís Otávio Pires

Acesse ainda: www.aceleraai.com.br

Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários