Home ColunasTrês passos simples para iniciar um (bom) planejamento financeiro

Três passos simples para iniciar um (bom) planejamento financeiro

Só de parar para pensar em reservar um tempo para realizar um planejamento financeiro, diversas pessoas já desistem. Não é da nossa cultura o hábito de fazer um planejamento, principalmente na área financeira. O que ninguém sabe é que um bom planejamento das finanças pode se tornar um divisor de águas para sua vida.

Diferentemente de outras culturas, como a japonesa e a norte-americana, onde desde a infância as pessoas são incentivadas a desenvolver metas e objetivos de curto e longo prazo, nossa cultura latina não forma adultos com educação financeira focada em planejamento.

Por causa dessa diferença cultural, muitas pessoas encontram dificuldades em alcançar a tão sonhada estabilidade financeira ou alcançar objetivos de vida como a compra da casa própria, a constituição de uma empresa e até mesmo a aposentadoria.

Por esse motivo organizei esse artigo e, por meio de três passos simples, você vai conseguir de forma prática, realizar um bom planejamento financeiro. O intuito não é esgotar o tema relacionado, mas, sim, organizar as ações para que seja possível desenvolver um plano pessoal e te motivar a continuar estudando o tema.

1. Objetivo

O primeiro, e mais importante, é ter um objetivo claro sobre o que deseja alcançar por meio do seu planejamento financeiro. A regra é clara: se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve, por mais óbvio que pareça. Estabelecer um objetivo claro de onde se deseja chegar é o primeiro passo para um bom planejamento.

Na minha vida como consultor financeiro, conheci diversas pessoas com sonhos e objetivos, mas em geral eram sonhos subjetivos e obscuros. Quando falamos em ter objetivos claros não é simplesmente quero comprar uma casa, pois este objetivo é superficial. Quando estamos falando sobre planejamento, o ideal é que, se deseja comprar uma casa, especifique, como exemplo: quero uma casa com dois quartos, uma garagem, na região Norte, no valor de R$ 200 mil.

Desta forma, seu objetivo estará mais claro, pois ter a meta de comprar uma casa sem as especificações é vaga… Existem casas dos mais variados valores, que não necessariamente atenderiam às suas necessidades de fato.

2. Planejamento

O segundo passo em busca de um bom planejamento é saber qual é a sua situação atual, pois se nós sabemos onde queremos chegar, precisamos também saber exatamente em qual situação estamos. Você deverá se organizar de forma que tenha total controle sobre seus ganhos e seus gastos, ou seja, aqui você vai montar o famoso orçamento familiar. Após este levantamento, será possível identificar em seu contexto financeiro mensal, qual o valor é destinado para suas despesas fixas, despesas viráveis, poupanças e investimentos, de forma que possa destinar a verba adequada para seu objetivo claro.

É muito comum neste momento visualizarmos dificuldades em nosso orçamento mensal, devido a gastos excessivos e/ou remunerações limitadas. Caso seja este o seu caso, realize uma análise de forma que identifique se será necessário aumentar seus ganhos ou diminuir seus gastos em prol do seu objetivo claro.

3. Metas

O terceiro passo nesta jornada do planejamento é a criação de metas de curto, médio e longo prazos, pois, desta forma, desmembramos cada etapa do processo em busca do objetivo claro, estabelecido no primeiro passo.

Sendo assim, se no primeiro passo você definiu a compra de uma casa no valor de R$ 200 mil na região Norte, de acordo com sua situação atual, conforme identificado no segundo passo, no terceiro passo é a hora de efetivamente planejar cada passo em busca do objetivo claro.

Se for necessário aumentar seus ganhos, quais ações de curto prazo precisa realizar? É um curso? Um investimento? Se caso precisar diminuir despesas mensais, como negociar com seus principais fornecedores? Como gastar menos? Se não precisa aumentar seus ganhos e nem diminuir seus gastos, quanto tempo será necessário poupar para realizar o objetivo claro?

Seguindo os três passos para o planejamento, terá em suas mãos um manual prático para realizar de forma organizada o alcance de seus objetivos claros.

Lembre-se sempre: um bom planejamento financeiro pode se tornar um divisor de águas para sua vida, pois se deseja alcançar resultados diferentes na sua trajetória, é necessário mudar a forma como sempre fez e mudar suas estratégias.

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes é pós-graduado MBA em Finanças, Auditoria e Controladoria, especialista em Lucratividade, empresário, escritor, palestrante e diretor da E2BH Consultoria Financeira. Dedica-se em compartilhar conhecimento como forma de nutrir nos jovens o interesse com foco no empreendedorismo e na inteligência financeira como alternativa de desenvolvimento sustentável. Tem como propósito: apoiar sonhos, compartilhar valores e contabilizar resultados plenos.

Comentários