Home Notícias Minas Gerais Todas as estações do metrô estão fechadas; manifestantes ocupam vias e BRs

Todas as estações do metrô estão fechadas; manifestantes ocupam vias e BRs

As 18 estações do metrô em Belo Horizonte e uma em Contagem, na região metropolitana, amanheceram completamente fechadas. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) confirmou ao BHAZ que os metroviários cruzaram os braços, aderindo à greve nacional desta sexta-feira (14), contra a reforma da Previdência.

Os ônibus na capital e na região metropolitana circulam normalmente, mas com a paralisação total do metrô, estão lotados.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram) informou que as linhas que atendem o sistema de transporte metropolitano estão operando normalmente nesta sexta-feira. As empresas deixaram veículos de sobreaviso para suprirem a demanda do metrô.

Outros setores também prometem aderir à paralisação, com a educação. Professores de escolas estaduais e municipais prometem forte adesão ao movimento.

Na BR-040, em Congonhas, na região Central, as duas pistas – sentido BH e Rio de Janeiro – estão completamente interditadas por manifestantes desde o início da manhã. A informação é a da Via 040, concessionária do trecho. A empresa, que também monitora o Anel Rodoviário de Belo Horizonte, informou que nas primeiras horas da manhã a via teve manifestos, mas as pistas já estão liberadas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, por meio do seu Twitter, que por volta das 6h50, a BR-381, em Betim, na Grande BH, foi paralisada por manifestantes, mas que às 7h40 a pista já tinha sido liberada. O protesto ainda deixa reflexos no trânsito na região.

Em quase todas as capitais há paralisações no sistema de transporte.

De acordo com a CBTU, os metroviários descumprem ordem judicial. Segundo a companhia, o Sindicato dos Metroviários (Sindimetro-MG) foi notificado nessa quinta-feira (13), às 11h30 da medida, que exigia o cumprimento de escala mínima dos serviços de transporte, sob pena de multa de R$ 200 mil (leia a nota da CBTU na íntegra, abaixo).

Nota da CBTU na íntegra

A CBTU Belo Horizonte comunica que o SINDIMETRO-MG foi devidamente notificado sobre a obrigatoriedade de cumprimento da liminar deferida pelo Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT/MG), por meio do seu diretor de Assuntos Culturais, conforme consta da certidão do oficial de Justiça no processo 0010791-58.2019.5.03.0000.

A notificação ocorreu nesta quinta (13/6), por volta de 11h30, no Pátio São Gabriel e, em que pese o Sindicato ter divulgado publicamente o contrário, a escala mínima deverá ser cumprida, conforme decisão judicial.

A Companhia providenciou todos os trâmites indispensáveis para que a escala mínima seja cumprida, em sua integralidade, incluindo o envio do programa horário ao SINDIMETRO para que este adote as medidas necessárias ao fiel cumprimento da ordem judicial.

A CBTU ressalta, por fim, que a decisão do TRT impõe ainda multa de R$ 200 mil, a ser paga pelo Sindicato dos Metroviários, em caso de descumprimento da liminar.

Comentários