Home NotíciasBHIncêndio na Praça Sete fecha pista da Afonso Pena e complica o trânsito na véspera do feriado

Incêndio na Praça Sete fecha pista da Afonso Pena e complica o trânsito na véspera do feriado

Um incêndio no edifício Clemente de Faria, no coração da Praça Sete, interdita a pista sentido Centro/Mangabeiras da avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte, no início desta tarde. Os reflexos no trânsito já são sentidos em vários pontos da cidade. Agentes da BHTrans não estão no cruzamento da Afonso Pena com Amazonas para monitorar o trânsito – muitos estão em greve desde sexta-feira (14).

Além do incêndio, muitas pessoas estão deixando a capital por conta do feriado prolongado. Vale lembrar que hoje à noite ainda tem jogo da Copa América no Mineirão, na Pampulha.

Leia mais: Carro despenca de ribanceira em Contagem e deixa um morto e 4 feridos

A BHTrans, que gerencia o trânsito na capital, informou que o trânsito de automóveis particulares e todos os ônibus que usam a pista no sentido Serra, Região Leste, Savassi e outros devem usar o desvio montado pela rua Curitiba, avenida Amazonas e rua dos Tamoios.

Avenida Afonso Pena vazia em função da interdição da pista sentido Centro/bairros

(BHTrans/Divulgação)

Os reflexos do trânsito já são sentidos em alguns pontos, como nos viadutos de Santa Tereza, viadutos da Lagoinha e os principais acessos ao Centro da capital.

Leia mais: MPMG considera ‘ilegal’ abertura do comércio em Belo Horizonte

Agentes da BHTrans paralisados

Para complicar ainda mais, agentes de trânsito da BHTrans não estão monitorando o trânsito no cruzamento da Afonso Pena com Amazonas, o que deixa a situação no local mais complexa.

É que vários funcionários da autarquia municipal estão em greve desde a sexta-feira (14). As câmeras que mostram o trânsito em tempo real na capital estão fora de serviço. Segundo a assessoria da BHTrans, o sistema está fora do ar por problemas técnicos.

Infotrafego/Reprodução

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Assessoramento, Pesquisas, Perícias, Informações e Congêneres de Minas Gerais (Sintappi-MG), que representa grande parte dos funcionários da BHTrans, o movimento busca garantir a manutenção do acordo entre os trabalhadores e a Prefeitura de Belo Horizonte, que quer mudar o atual plano de saúde para um inferior e reduzir o percentual do valor pago por horas, entre outros itens.

Há, neste momento, na Praça Sete, uma viatura da Polícia Militar, um da Guarda Municipal e um da Defesa Civil, que está na região e fará a avaliação dos danos ao imóvel assim que as chamas forem completamente debeladas e resfriadas.

Vitor Fórneas/BHAZ

Assista aos vídeos:

Nas redes sociais, internautas, gente que trabalha no Centro, comentam a ocorrência.

Comentários