Home Notícias Política Bolsonaro: ‘Brasil é a virgem que todo tarado quer’

Bolsonaro: ‘Brasil é a virgem que todo tarado quer’

Um dia após vir à tona denúncia de uma defensora pública da Bahia, que recebeu em um Tribunal de Júri saudação de cunho machista de um promotor de Justiça – ‘a primeira vez com um negão não dói’ -, veio do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), a comparação de que o ‘Brasil é a virgem que todo tarado de fora quer’.

+ ‘Primeira vez com um negão não dói’, diz promotor a defensora pública em júri

A frase foi dita na noite desse sábado (6), quando Bolsonaro falou a jornalistas ao deixar o Planalto da Alvorada, em Brasília, rumo ao Clube da Marinha, onde participaria de uma festa junina.

Segundo relatou o jornal O Globo, para Bolsonaro há um interesse externo em se criar “novos países” dentro do Brasil – sem especificar a quem se referia – e que outros países ambicionam a preservação da Amazônia com o propósito de explorá-la no futuro – sem explicar o que quis dizer a respeito dessa exploração.

“O Brasil é uma virgem que todo tarado de fora quer” – disse Bolsonaro, irritado com as perguntas dos jornalistas.

Bolsonaro, que participou recentemente na Europa da reunião do G-20, recebeu críticas sobre a política ambiental brasileira. Na semana passada, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgou novos índices de desmatamento na Amazônia, indicando que, entre 2018 e 2019, houve aumento de mais de 80% na derrubada da floresta.

Além disso, dois países europeus que contribuem generosamente com o Fundo da Amazônia – Alemanha e Noruega – sinalizaram com a intenção de suspender investimentos no fundo, uma das principais fontes de renda para ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e de promoção da conservação e do uso sustentável da Amazônia Legal. 

Atualmente, o fundo apoia 103 projetos, com recursos da ordem de R$ 1,8 milhões.

Ainda neste sábado, Bolsonaro postou um vídeo em sua rede pessoal do Twitter em que afirma não reconhecer o cacique Raoni, liderança indígena com reconhecimento internacional, como representante brasileiro em discussões ambientais.

Comentários