Home Notícias Brasil Cubano dispensado do Mais Médicos é recusado em vaga de gari: ‘Não é fácil’

Cubano dispensado do Mais Médicos é recusado em vaga de gari: ‘Não é fácil’

Ainda tentando a vida no Brasil depois de sua saída do programa Mais Médicos, o cubano Raymel Kessel, de 39 anos, foi recusado em uma vaga de gari, na cidade de Ilha Grande, no Piauí. O motivo da dispensa foi justamente o fato de Raymel ser formado em medicina.

Raymel trabalhou por quatro anos no programa de saúde do Governo Federal. Ele é pai de um menino, fruto de seu casamento com uma piauiense. Por conta disso, ele decidiu ficar no Brasil e procurar emprego.

“Não é fácil achar emprego porque quando colocamos no currículo que somos médicos, ninguém quer nos contratar. Eu até procurei trabalhar no carro de lixo e não fui aceito porque diz que médico não faz esse tipo de trabalho”, disse o cubano à reportagem do portal G1.

Agora, o médico aguarda realização do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida), para tentar voltar ao programa. Contudo, o governo ainda não decidiu quando será a prova.

“Estou desesperado. Não tem o exame do Revalida desde o ano 2017 e estamos privados de trabalhar como médicos há sete meses. Estamos aguardando há meses por uma MP do governo que nos permita trabalhar até fazer o exame de Revalida, mas nada de MP e nada de Revalida”, disse ao G1.

Comentários