Home Notícias Brasil Alcione manda recado a Bolsonaro e pede respeito para nordestinos: ‘Você tem medo de faca, de arma?’

Alcione manda recado a Bolsonaro e pede respeito para nordestinos: ‘Você tem medo de faca, de arma?’

Antes de dar início a um café da manhã com jornalistas, que ocorreu na manhã dessa sexta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro usou um termo pejorativo para se referir a governadores do Nordeste em uma conversa informal com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Ele disse que “daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão; tem que ter nada com esse cara”.

Não demorou para que a fala do presidente, registrada pela TV Brasil e considerada preconceituosa, gerasse diversas reações. Em resposta, governadores do Nordeste divulgaram uma carta em que pedem que Bolsonaro se explique (veja abaixo ao fim do texto), além de publicarem textos sobre nas redes sociais. “Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”, diz um trecho do material.

Governador do Maranhão foi alvo de comentário público de Bolsonaro
(Valter Campanato/Agência Brasil)

O próprio governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), disse que ser considerado o pior governador por Bolsonaro é “uma honraria”. “Como conheço a Constituição e as leis do Brasil, irei continuar a dialogar respeitosamente com as autoridades do governo federal e a colaborar administrativamente no que for possível. Eu respeito os princípios da legalidade e impessoalidade (artigo 37 da Constituição)”, escreveu também ainda sobre o assunto.

Já em entrevista para a revista Época, Dino disse estudar a possibilidade de denunciar Bolsonaro junto à Procuradoria Geral da República por racismo. “É uma declaração criminosa. Configura um crime, previsto na lei que trata de racismo. Ele não pode falar assim. O presidente da República, ao dizer algo desse tipo, está praticando e incentivando que outros pratiquem o crime de racismo. Se ele não se explicar, vamos tomar providências junto à PGR para apurar a atitude dele”, disse o governador.

Alcione

Além de políticos, internautas e outras personalidades, a cantora Alcione foi uma das que criticou a fala do presidente Bolsonaro publicamente. Ela postou um vídeo com um recado direcionado a ele no Instagram neste sábado (20). Nas imagens, Marrom diz que não votou em Bolsonaro e que não se arrepende, mas que também não torce contra para não torcer contra o próprio país.

Em outro trecho, a cantora disse que o presidente tem medo de facada e tem medo de tiro, mas que deveria ter medo do pensamento. “O senhor tem medo de facada, tem medo de tiro, mas o senhor precisa ter medo do pensamento. O pensamento é uma força. Pense em mais de 30 milhões de nordestinos pensando contra o senhor? Comece a nos respeitar. RESPEITE O POVO BRASILEIRO”, finaliza Alcione.

O vídeo com o desabafo já foi visto mais de 180 mil vezes e reúne centenas de comentários, a maioria deles elogiosos em relação à postura da cantora. “Parabéns, Alcione. Você é um ícone do Maranhão e do país, conte comigo para tudo”, escreveu um rapaz. “Nunca decepciona”, resumiu outro.

Também nas redes sociais, a hashtag #OrgulhodoNordeste se mantém entre os assuntos mais populares do Twitter desde a manhã da sexta-feira, quando Bolsonaro fez o comentário sobre os governadores. Por meio dela, internautas de diferentes partes do país demonstram apoio aos nordestinos e repúdio à fala pejorativa do presidente.

Veja parte da repercussão!

Comentários