Home Notícias Brasil Sob ameaça de nova greve dos caminhoneiros, ministério pede suspensão da nova tabela do frete

Sob ameaça de nova greve dos caminhoneiros, ministério pede suspensão da nova tabela do frete

Temendo novas paralisações dos caminhoneiros em todo o país, o Ministério da Infraestrutura pediu a suspensão na manhã desta segunda-feira (22) da resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que estabeleceu regras para o cálculo do piso do frete rodoviário.

Em Minas Gerais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou nesta manhã a aglomeração de motoristas em um posto de abastecimento, na BR-116, km 409, em Governador Valadares. Segundo informações da PRF, eles estão solicitando paralisação voluntária apenas de veículos de carga, sem uso de violência.

“Automóveis transitando pelo local, não estão sendo retidos pelos manifestantes. Não há interdição da pista, somente redução na velocidade dos veículos”, diz a PRF-MG.

A resolução da nova tabela do frete foi publicada pela ANTT na última quinta-feira (18), após passar por consulta pública e entrou em vigor no sábado (20). No entanto, a tabela não teria agradado a categoria.

Segundo informou o Ministério de Infraestrutura, a uma nova rodada de negociação com os caminhoneiros será realizada esta semana. Há uma reunião prevista para quarta-feira (24).

O assunto já está rodando nas redes sociais desde a noite desse domingo (21), de várias regiões do Brasil. Acompanhe:

A tabela de frete foi criada no ano passado, pelo governo Michel Temer, após a greve dos caminhoneiros que bloqueou estradas e comprometeu o abastecimento de combustível, de medicamentos e de alimentos em todo o Brasil. A criação da tabela era uma das reivindicações da categoria.

Comentários