Home Veículos Acelera aí Nissan lança elétrico Leaf no Brasil, mas Belo Horizonte fica de fora

Nissan lança elétrico Leaf no Brasil, mas Belo Horizonte fica de fora

O Leaf, hatch da Nissan e o elétrico mais vendido no mundo, começa agora a ser comercializado oficialmente no Brasil pelo preço de R$ 195 mil, que inclui o kit de recarga. A montadora japonesa definiu apenas seis cidades que deverão ter o modelo à disposição – e Belo Horizonte ficou de fora.

Nissan/Divulgação
Fotos: Nissan/Divulgação

A montadora não explica a escolha de apenas São Paulo, Rio, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e Brasília estarem na lista. Mas observa que outras cidades serão incluídas aos poucos, sem prazo definido no cronograma.

A ausência da capital mineira causou estranheza no mercado mineiro. Uma fonte da concessionária de BH – a Carbel Japão – garantiu que houve pedido para que a Nissan considerasse a inclusão da cidade, porém não foi atendida.

Na verdade, a Nissan já estava realizando a pré-venda do Leaf no Brasil desde o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2018, quando o modelo foi exibido. Na época, o preço anunciado era de R$ 178.400. Agora, o elétrico está sendo vendido pelo preço de R$ 195 mil, valor que inclui também (somente para os 20 primeiros compradores) a instalação do kit Wallbox (homologado pela Nissan), composto por um carregador doméstico, um cabo de recarga de emergência e um adaptador para estações de recarga públicas (plug do tipo 2).

Nissan/Divulgação

Seis cidades

Como se trata de um modelo especial, bem diferente dos movidos a combustão, o Leaf será comercializado inicialmente somente em sete lojas de cinco estados e do Distrito Federal, que foram especialmente preparadas (com treinamento do pessoal e e equipamentos próprios para manutenção deste tipo de veículo) para vender e atender aos clientes de carros elétricos: São Paulo (duas lojas), Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e Brasília.

Nissan/Divulgação

O Nissan Leaf que chega ao Brasil está em sua segunda geração, que é equipada com motor elétrico que gera 149cv de potência e 32,6kgfm de torque e câmbio CVT especialmente desenvolvido para o modelo. O motor é alimentado por um novo conjunto de baterias de íon-lítio, que, segundo a marca japonesa, proporciona uma autonomia de 389 quilômetros no padrão europeu e de 240 quilômetros no ciclo americano e uma aceleração de 0 a 100km/h em 7,9 segundos.

Leia também: Nova concessionária Nissan em BH

Nissan/Divulgação

Três modos de condução

O hatch elétrico da Nissan conta com a possibilidade de três modos de condução: ECO, que limita o desempenho do motor e busca economizar energia; “B”, que usa uma frenagem regenerativa mais potente, para recarregar com mais eficiência a bateria, mas sem comprometer a potência do veículo; e “D”, o modo de operação normal com a potência máxima do motor.

Nissan/Divulgação

Ainda de acordo com a Nissan, na estação de recarga rápida, que serão instaladas nas concessionárias que vão comercializar o modelo, o conjunto de baterias leva 40 minutos para chegar aos 80% da carga total. Já no carregador (de 6,6 kW) que vem com o Leaf, são necessárias oito horas para que as baterias atinjam a carga de 100%. Se motorista usar o cabo de emergência, o carregamento fica mais lento e são necessárias 20 horas para se chegar aos 100%.

Leia também: Teste da Frontier Attack

Nissan/Divulgação

Câmera 360°

A lista de equipamentos de Leaf inclui ar-condicionado, acabamento de couro, volante multifuncional, controle automático de velocidade, central multimídia com tela de oito polegadas, painel de instrumentos digital de sete polegadas, controles de estabilidade e tração, alerta de ponto cego, alerta de tráfego cruzado e de mudança de faixa, monitoramento de pressão dos pneus, câmera 360° e sensores crepuscular e de chuva.

Nissan/Divulgação

As cores disponíveis são preto, branco e prata, com opções de teto na cor diferente da carroceria. O Nissan Leaf tem garantia de três anos sem limite de quilometragem, enquanto o conjunto de baterias tem garantia de oito anos ou 160 mil quilômetros.

Visite o nosso site: www.aceleraai.com.br

Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários