Home Notícias Minas Gerais Carros com documentos atrasados podem ser apreendidos a partir desta quinta

Carros com documentos atrasados podem ser apreendidos a partir desta quinta

A partir desta quinta-feira (1º), veículos com finais de placas de 1 a 5 poderão ser multados e removidos caso não estejam com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) do ano 2019 em dia.  

Segundo o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) o documento é de porte obrigatório para todos os veículos. Atualmente, há possibilidade de que o guarda de trânsito consulte se o carro está em dia ou não por meio de um sistema. Contudo, na impossibilidade de acessar o registro, a autoridade por remover o veículo. Diante disso, o Detran recomenda o cumprimento da lei, de que os condutores portem a documentação.

O documento é emitido após a quitação de todos os débitos do Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), Seguro Obrigatório, Licenciamento e possíveis multas.

Os condutores que forem flagrados sem a documentação do carro serão autuados em infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além da remoção do veículo.

Os carros com finais de placa de 6 a 0 têm um prazo maior diferente para a regularização. A partir do dia 1º de setembro, estes veículos precisam estar em dia com a documentação.

Pagamento

Condutores com débitos podem realizar  o pagamento da guia nas redes bancárias ou parcelado por meio do cartão de crédito, em até 12 vezes, nos postos credenciados ao Detran-MG. Para emissão de segunda via, os motoristas podem acessar o site do Detran, aqui.

Os documentos são emitidos após o registro do pagamento na Secretaria de Estado da Fazenda (SEF). O prazo para o envio da documentação atualizada para os condutores é de 10 a 15 dias, no endereço cadastrado.

Nos casos de pagamento recente e desde que o CRLV não tenha sido enviado pelos Correios, o cidadão poderá solicitar a emissão na Sede Detran-MG ou Delegacias de Trânsito dos municípios.

Caso o documento ainda não tenha chegado, os motoristas podem consultar se há multas pendentes; ou se o endereço cadastrado está atualizado; ou se alguma taxa como licenciamento, IPVA ou Seguro DPVAT está em aberto, no site do Detran (clicando aqui). Caso não haja nenhum problema que impeça a emissão do documento, os motoristas são orientados a procurar o Detran.

Comentários