Home Notícias Internacional Astro de ‘Friends’ vive isolado em quarto de hotel: ‘Está irreconhecível’

Astro de ‘Friends’ vive isolado em quarto de hotel: ‘Está irreconhecível’

O ator Matthew Perry, o Chandler do famoso seriado “Friends”, vive isolado há alguns meses em um quarto de hotel em Nova York (EUA), do qual só sai para ir ao hospital.

De acordo com o portal de notícias norte-americano Radar Online, Perry está nessa situação desde uma cirurgia em decorrência de uma perfuração gastrointestinal. O famoso está vivendo em uma cobertura do hotel que custaria cerca de US$ 7 mil a diária – o equivalente a R$ 27,86 mil. Em um mês, o ator estaria gastando nada menos que R$ 840 mil.

Um funcionário do hotel, que não quis ser identificado, disse que o ator costuma ir ao bar várias vezes, apesar de ter frequentado sessões de reabilitação em diversas ocasiões. “Ele não gosta de ser incomodado e entra em áreas onde apenas pessoas autorizadas são permitidas. E ele pede algumas bebidas fortes”, relata.

Irreconhecível

“Dificilmente alguém o reconhece, porque ele está uma bagunça em relação ao que as pessoas se lembram. Fica sozinho e dificilmente deixa o quarto até que escureça, exceto por um cigarro ou uma consulta no hospital.

“Um outro funcionário do local ainda faz uma revelação. “Ele está aqui há tanto tempo que comprou a própria televisão super grande para o quarto!”.

O ator luta contra a depressão desde a época do seriado, que terminou em 2004 e, com isso, o astro ficou viciado em remédios controlados.

Colegas de seriado estão preocupados

O elenco de “Friends” está muito preocupado com estado de saúde do colega. Na reportagem do portal Radar Online especula-se que esse seja um dos principais fatores que impedem um retorno do seriado, ou um filme, algo que já foi ventilado.

Em contato com uma pessoa próxima à atriz Jennifer Aniston, que interpretou Rachel, o site foi informado que a atriz tem medo do que pode acontecer com Perry.

“Ela tentou entrar em contato várias vezes nos últimos anos, mas ele raramente respondia às ligações e, quando respondia, era como se ela estivesse falando com outra pessoa”, explicou a pessoa.

Centro de Valorização da Vida

A depressão é uma das doenças que mais preocupam autoridades médicas na atualidade. No Brasil, pessoas que sofrem de ansiedade, depressão ou que correm risco de cometer suicídio contam com apoio de voluntários por um serviço telefônico gratuito do Centro de Valorização da Vida (CVV) quando são aconselhados.

Antes cobradas, as ligações passaram a ser gratuitas desde o ano passado, depois de um acordo de cooperação técnica do CVV com o Ministério da Saúde, assinado em 2017 – o serviço é prestado pelo telefone 188.

A ligação gratuita para o CVV começou a ser implantada em Santa Maria (RS), há quatro anos, após o incêndio na boate Kiss, que matou 242 jovens. O centro existe há 55 anos e tem mais de 2 mil voluntários atuando na prevenção ao suicídio. A assistência também é prestada pessoalmente, por e-mail ou chat.


Comentários