Home Variedades Artista-mirim de BH é o xodó de celebridades do mundo do samba, do pagode e do futebol

Artista-mirim de BH é o xodó de celebridades do mundo do samba, do pagode e do futebol

Apaixonado pela música desde os primeiros passos, o garoto Juan Leonel Monteiro, de 10 anos, é a sensação das rodas de samba e pagode de Belo Horizonte e região. Com seu banjo verde, em homenagem ao sambista Arlindo Cruz, ele virou o xodó de celebridades do mundo do samba, do pagode e até do futebol, sendo sempre bem recebido pelos artistas que visitam a capital mineira. Entre os famosos, Juan já esteve com Zeca Pagodinho, Péricles, Arlindo Cruz, Xande de Pilares, Jorge Aragão, Belo, Turma do Pagode, Pixote, Mumuzinho, Renegado, entre outros.

No último sábado (10), Juan Leonel fez questão de mostrar os acordes de Até que enfim para o ídolo Ferrugem, um dos principais nomes do pagode. O artista esteve em Belo Horizonte para lançar o DVD Chão de estrelas.

“Por que desde o primeiro encontro, quando tinha 5 aninhos, #Ferrugem sempre me tratou com muito carinho e atenção, além de ser um grande cantor e artista é um grande ser humano, obrigado @ferrugem por mais um encontro maravilhoso, fiquei muito feliz, Deus te abençoe!”, disse Juan Leon, em sua página no Instagram, que conta mais de 22 mil seguidores.

O sambista-mirim sempre chamou atenção da mídia local e nacional. O pequeno já foi personagem de matérias de jornais e TVs, participou do programa Raul Gil, prestando uma homenagem ao cantor Diogo Nogueira. Seu sonho é poder voltar ao programa de auditório. “Espero que eu tenha uma nova chance, o Raul Gil fez o convite e estou aguardando a produção”, diz.

Outra paixão do garoto é o futebol. Torcedor do Atlético, já foi recebido no CT do Galo por Ronaldinho Gaúcho, Robinho, entre outros craques, para uma roda de samba descontraída.

“Graças à Deus, ele sempre foi bem recebido pelos artistas. Essas celebridades sempre tiveram um grande carinho pelo meu filho. Então, ele acompanha a carreira de seus ídolos. E todos retribuíram com muita atenção”, conta Ronan Monteiro, pai e incentivador de Juan.

Apesar do sucesso nas redes sociais, Ronan afirma que o filho ainda não é um artista, mais tem muito incentivo da nova geração do samba mineiro: Dé Lucas, Ederson Melão, Manu Dias, Rafael Leite, Robson Batata e Gisele Couto, que atualmente é sua professora.

“Juan faz aula de canto, banjo e percussão. Se ainda não é artista, falta pouco, muito pouco para o menino brilhar e fazer bonito no mundo da música”, afirma.

Confira o perfil completo de Juan Leonel no Almanaque do Samba.

Almanaque

Almanaque

O Almanaque do Samba - A Casa do Samba de Minas Gerais é um projeto patrocinado pela Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (2011/001/2017), que busca valorizar o samba no estado e os artistas mineiros. Tem um portal (www.almanaquedosamba.com.br) e um programa de rádio, que vai ao ar aos sábados, às 21 horas, pela Rádio Inconfidência (880AM). O conteúdo também pode ser acessado por meio das redes sociais (Facebook, Instagram e Youtube).

Comentários