Home Notícias Brasil Alexandre Frota é expulso do PSL após críticas ao governo Bolsonaro

Alexandre Frota é expulso do PSL após críticas ao governo Bolsonaro

O Partido Social Liberal (PSL) decidiu expulsar, por unanimidade, o deputado federal Alexandre Frota, nesta terça-feira (13). O parlamentar é forçado a deixar o partido após fazer críticas diretas ao presidente Jair Bolsonaro, também do PSL. Ele desativou todas as suas redes sociais na semana passado, alegando que estaria atrapalhando sua saúde mental.

A decisão foi tomada durante reunião após pedido da deputada Carla Zambelli (PSL-SP), que disse recentemente que a situação de Frota era insustentável. O político, nos últimos dias, deu declarações contrárias ao governo, dizendo que estaria decepcionado com a falta de articulação do presidente com os parlamentes.

Dentre as críticas do parlamentar, algumas foram direcionadas à indicação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador nos Estados Unidos.

Frota foi um dos principais políticos à frente da votação da reforma da Previdência na Câmara, mas decidiu se abster na análise da proposta em segundo turno. Com isso, foi contra a orientação do partido.

“Eu acredito que o Bolsonaro tenha pedido isso porque disse que estava decepcionado com ele, que não achava que a indicação do Eduardo como embaixador era a mais correta. Fui surpreendido com essas mudanças”, falou o parlamentar ao G1 na última quarta-feira (7).

De acordo com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, o político estaria em “desalinhamento” com o partido, e teria proferido “ofensas” a integrantes do partido. Após essa análise, a desfiliação de Frota estaria justificada. Mesmo expulso, o parlamentar não perderá o mandato, e poderá entrar em outro partido.



Comentários