Home Notícias Esportes Palomino, Arnaldo Ribeiro e mais: ESPN Brasil demite jornalistas do primeiro escalão

Palomino, Arnaldo Ribeiro e mais: ESPN Brasil demite jornalistas do primeiro escalão

A ESPN Brasil, braço esportivo da Disney, anunciou mais uma demissão em massa de quadros importantes  da emissora. Após demitir 34 profissionais em 2018, o canal pago comunicou as saídas do vice-presidente de jornalismo, João Palomino, os comentaristas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi e Rafael Oliveira, todos com muitos anos de casa. Outra baixa foi da gerente de produtos sênior Renata Netto. 

De acordo com a assessoria da ESPN, a justificativa para as demissões são “pelas transformações que o canal passa para atender os fãs, os acionistas e clientes de esportes”. 

“A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano, que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como a Premier League, La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB e NHL, entre outras”, disse a emissora em nota.

Quem são os demitidos 

João Palomino estava no canal desde 1995 e apresentou programas diversos na casa, além de cobrir edições de Copa do Mundo, Olimpíadas e finais de Liga dos Campeões. Com a saída de José Trajano em 2016, Palomino assumiu o cargo na direção de jornalismo do canal. Atualmente tinha poucas aparições no vídeo. 

A gerente Renata Netto iniciou na emissora como repórter em 1995, virou editora em 2001 e se tornou gerente de produtos da empresa em 2010, após retornar de uma passagem pela TV Globo. 

Dos demitidos, os mais conhecidos do público atualmente eram Arnaldo Ribeiro, no canal desde 2005 e presença fixa no principal programa da ESPN, o “Linha de Passe”; e Eduardo Tironi, que também estava no “Linha” e nas edições do “Bate-Bola”. Tironi era editor executivo no Rio de Janeiro desde 2012, mas foi transferido para São Paulo, onde exercia as funções de vídeo e como gestor.

O terceiro comentarista a deixar a empresa da Disney foi Rafael Oliveira, que tinha presença fixa no “Bate-Bola Bom Dia” e no “Futebol no Mundo”. Era contratado da ESPN desde 2013. 

Comentários