Home Notícias Política Crivella manda censurar HQ com beijo gay da Bienal; livros já se esgotaram

Crivella manda censurar HQ com beijo gay da Bienal; livros já se esgotaram

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou que os organizadores da Bienal do Rio recolhessem dos estandes todos os exemplares da HQ ‘Vingadores, a cruzada das crianças’. A justificativa de Crivella é de que a obra traz ‘conteúdo sexual para menores’.

O motivo? o romance gráfico, de Allan Heinberg e Jim Cheng, mostra um beijo entre dois personagens masculinos – Wiccano e Hulkling.

Por meio do Twitter, o prefeito disse que “não é correto que elas (as crianças) tenham acesso precoce a assuntos que não estão de acordo com suas idades.”

Em resposta, a Bienal afirma que não irá retirar os livros, pois “dá voz a todos os públicos, “sem distinção, como uma democracia deve ser”.

Confira o posicionamento da feira:

“A Bienal Internacional do Livro Rio, consagrada como o maior evento literário do país, dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+. A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.”

A notícia repercutiu nas redes sociais ao longo dos últimos dias. Internautas criticaram o ato de censura, e se mobilizaram para adquirir a obra. Por volta das 10h desta sexta-feira (6), os exemplares do livro se esgotaram na Bienal.

Veja parte da repercussão no Twitter:

Comentários