Home Notícias Brasil Ereção, ‘carinho’ e (muita) nudez: 10 momentos em que esqueceram de ‘proteger nossas crianças’ – mas não tinha beijo gay

Ereção, ‘carinho’ e (muita) nudez: 10 momentos em que esqueceram de ‘proteger nossas crianças’ – mas não tinha beijo gay

A menos que tenha se escondido embaixo de uma rocha durante os últimos dias, você ouviu falar da polêmica envolvendo a decisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), de censurar a venda de exemplares da HQ “Vingadores – A Cruzada das Crianças”, devido a um beijo entre dois personagens masculinos.

+ Toffoli derruba censura na Bienal; beijaço e gritos de guerra marcaram protestos

A justificativa de Crivella era de que a obra conteria “conteúdo sexual para menores” – ainda que não haja nenhuma cena explícita, e o quadrinho seja destinado ao público adolescente e adulto.

A decisão repercutiu negativamente nas redes sociais e logo na manhã após o anúncio, todos os exemplares haviam se esgotado. O youtuber Felipe Neto adquiriu 14 mil deles para distribuir gratuitamente ao público (relembre aqui).

Vale lembrar que o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), tão lembrado nos últimos dias, não reserva uma linha para falar sobre beijo homossexual. Mais do que isso: nem mesmo define o que seria conteúdo impróprio.

O que diz o estatuto é que “revistas e publicações contendo material impróprio ou inadequado a crianças e adolescentes deverão ser comercializadas em embalagem lacrada, com a advertência de seu conteúdo”. “As editoras cuidarão para que as capas que contenham mensagens pornográficas ou obscenas sejam protegidas com embalagem opaca”, diz, no artigo 78.

“Hoje, os beijos entre casais homoafetivos são comuns nas ruas, shoppings e nos transportes coletivos assim como os beijos entre casais héteros. Nada de anormal, inadequado e muito menos pornográfico”, afirma à BBC o advogado Ariel de Castro Alves, do Conselho Estadual dos Direitos Humanos de São Paulo .

Já que um beijo é considerado “conteúdo sexual para menores” na perspectiva de Crivella e seus apoiadores, separamos outros 10 momentos que também poderiam ter tido essa repercussão, mas ninguém esteve preocupado em “proteger nossas crianças” na época:

ATENÇÃO! As imagens abaixo contêm evidente conteúdo pornográfico e, portanto, são impróprias para crianças.

Parte dos exemplos foi retirada de publicações do BuzzFeed (aqui e aqui)

1. Quando as crianças puderam ver uma ereção ao vivo na TV aberta – em pleno domingo a tarde

SBT/Youtube
SBT/Youtube

2. Quando crianças ‘fizeram carinho’ no Gilberto Barros

Reprodução/produto.mercadolivre.com.br

3. Quando os programas infantis eram apresentados assim:

4. Quando Gugu proporcionava cenas como essa na TV aberta

SBT/Youtube
SBT/Youtube
SBT/Youtube

5. Quando rolou um beijo na Turma da Mônica (com classificação a partir de 10 anos!!)

6. Quando as crianças podiam assistir ao quadro ‘Sushi Erótico’ do Faustão

7. Quando as crianças ficaram chocadas vendo a Carla Perez dançar na boquinha da garrafa

SBT/Youtube

8. Quando Silvio Santos tocou ‘Cai cai balão’ com uma pianista pelada:

SBT/Youtube

9. Quando crianças ficaram peladas em uma moto para fazer propaganda de jeans

10. Quando bebês de fio dental estamparam capas de CD infantis

Reprodução/produto.mercadolivre.com.br

Extra: Os baixinhos da Xuxa cantando ‘não quero um homem de pinto pequeno’

Comentários