Home Notícias BH Camisolas doadas por times mineiros levam alegria a crianças com câncer

Camisolas doadas por times mineiros levam alegria a crianças com câncer

Crianças em tratamento contra o câncer, na Santa Casa de BH, receberam a visita de mascotes dos times mineiros, camisolas feitas com camisas dos clubes, tiraram fotos e ganharam brindes. A ação faz parte do “Paciente Camisa 10”, que integra atividades da campanha “Setembro Dourado”, mês da conscientização do câncer infanto-juvenil.

Os uniformes de times de futebol, que fazem a alegria de milhões de torcedores, ganharam um novo estilo e levaram alegria a centenas de crianças em tratamento na Santa Casa BH. O Instituto Palestra Itália doou dezenas de camisas oficiais de diversos clubes brasileiros, dentre eles, América e Cruzeiro. O Atlético também doou 25 camisas oficiais. Os “mantos sagrados” foram transformados em aventais para serem utilizados pelos pequenos pacientes.

Para Joaquim Caetano de Aguirre Neto, oncologista pediátrico da Santa Casa, o evento é muito bem-vindo e ajudará na recuperação das crianças. “O objetivo é de dar força, energia, motivação para essas crianças que estão em tratamento. O simples fato de fazer a quebra na rotina em um ambiente de internação, com mascotes, camisas, brindes, faz a diferença”, explica.

Vestindo a camisa do Cruzeiro, o pequeno Pedro Henrique Oliveira, de 6 anos, diz que gostou muito da iniciativa e contou seu grande sonho. “Eu gosto muito de jogar bola. O jogador que eu mais gosto é o Thiago Neves, porque ele é o número 10, e fica bem mais fácil dele fazer gol. Meu sonho é trabalhar no Mineirão”, conta.

Marinez e seu filho Pedro Henrique (Amanda Dias/BHAZ)

A mãe do menino também apoia a campanha. “Eu acho muito legal tudo isso que tem sido feito, ajudo muito os meninos. Faz toda a diferença, as crianças sempre ficam muito felizes com a presença de todo mundo aqui. Cada vez que esse tipo de ação acontece, eles ficam mais alegres”, conta Marinez dos Santos Oliveira.

Muito feliz e emocionado, o pequeno Arthur Jesus Moura, de 8 anos, agradece pela presença dos mascotes. “Quando eu crescer, quero me tornar jogador de futebol, vou ser atacante e fazer muitos gols. Gostei demais de conhecer o Galo! Dá vontade de chorar, é tudo muito legal, fico feliz em fazer parte disso aqui”, explica.

Arthur ficou emocionado com o momento vivido (Amanda Dias/BHAZ)

Setembro Dourado

Durante o mês de setembro, serão promovidas diversas ações educativas e lúdicas para chamar a atenção para os principais sintomas e sinais do câncer infanto-juvenil. O objetivo é valorizar e incentivar as crianças que lutam contra a doença, apoiar seus familiares e celebrar a vitória dos pacientes mirins que chegaram ao fim do tratamento.

Falar sobre o assunto é muito importante. O hospital reforça que os sintomas podem ser confundidos com os de outras doenças comuns da infância. Além disso, o diagnóstico precoce aumenta em até 80% as chances de cura, caso o paciente seja atendido em centros especializados como a Santa Casa BH.

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista no Portal BHAZ

Comentários