Home Colunistas 2019Qual a margem de lucro ideal para seu negócio?

Qual a margem de lucro ideal para seu negócio?

Uma dúvida recorrente entre os empreendedores é sobre qual é a margem de lucro ideal para um negócio? Tirando as questões mais técnicas de mercado, como porte da empresa, segmento e tempo de negócio, pode-se dizer que o lucro ideal é aquele que consegue suportar três principais situações da empresa: Reinvestimento, reservas financeiras e retiradas adequadas para os sócios.

Reinvestimento, o lucro gerado pelo negócio, deve ser utilizado em boa parte para ser revertido em equipamentos, marketing, consultorias, treinamentos, desenvolvimento de novos produtos e estratégias de crescimento. Vivemos em um mundo de constantes transformações e as empresas que querem se manter competitivas precisam se atualizar constantemente. Se não mantiverem um nível de inovação constante, o negócio será engolido pelo mercado. Por esse motivo o próprio lucro gerado pelo negócio tem que ser suficiente para que a empresa se mantenha viva e competitiva.

Reservas financeiras, todos os negócios passam por sazonalidades, crises pontuais, processos dentre diversas situações que o empresário não tem o poder controlar. Por isso, o lucro gerado pelo negócio deve ter uma parte destinada para reservas de emergências, para que a empresa possa suportar momentos de adversidade, que todos os negócios passam, mas nem todos sobrevivem justamente por não constituírem essa reserva em tempos de bons lucros.

Além de reinvestimento e reservas financeiras, o lucro gerado pelo negócio precisa ser capaz de fornecer uma retirada adequada para os sócios. Os sócios são as pessoas que investiram tempo e/ou dinheiro no negócio, e por esse motivo precisam ser recompensadas. No início de qualquer negócio é comum não ter lucro, ou atender somente os dois primeiros requisitos, reinvestimento e reservas, mas o quanto antes a parte destinada aos sócios precisa aparecer, pois essa é uma das principais funções do negócio: gerar lucro para sócios e acionistas, pois se assim não for, não faz sentido para ele continuar com o empreendimento.

De forma geral, se o lucro suportar esses três fatores podemos considerar que sua empresa tem um bom lucro adequado. Existem estudos que mostram que empresas de um mesmo segmento e porte tendem a ter uma margem de lucro equivalente e isso acontece devido ao fato de o preço de venda de seus produtos e serviços estarem estabelecidos pelo mercado. O mesmo ocorre na aquisição de matéria prima ou mercadoria para revenda, pois, geralmente os fornecedores têm preços muito próximos.     

A principal forma de garantir uma margem de lucro maior que a concorrência é por meio de diferenciais competitivos, como, por exemplo, maior uso da tecnologia na produção, atendimento diferenciado, experiência do cliente e inovações.

Mas, para que esses diferenciais sejam cada vez mais percebidos pelo cliente é necessário investimento, dedicação e muita estratégia comercial para que sua marca se destaque das demais. Para implantar todos esses fatores, o lucro é essencial para permitir que empreendedor se destaque em seu ramo de atuação.

Seguindo esses três pilares de reinvestimento, reservas e retirada de sócios, é possível verificar se a margem de lucro do seu negócio está em sua melhor forma ou não. Caso sua empresa não esteja atendendo a essas três demandas, é necessário analisar profundamente os números do seu negócio, para identificar o quanto antes como sua empresa pode obter uma melhor margem de lucro.

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes

Adeilson Mendes é pós-graduado MBA em Finanças, Auditoria e Controladoria, especialista em Lucratividade, empresário, escritor, palestrante e diretor da E2BH Consultoria Financeira. Dedica-se em compartilhar conhecimento como forma de nutrir nos jovens o interesse com foco no empreendedorismo e na inteligência financeira como alternativa de desenvolvimento sustentável. Tem como propósito: apoiar sonhos, compartilhar valores e contabilizar resultados plenos.

Comentários