Home Notícias BH ‘Rezando pra Jesus não voltar’: Incêndios e baixíssima umidade formam lua vermelha em BH

‘Rezando pra Jesus não voltar’: Incêndios e baixíssima umidade formam lua vermelha em BH

” BH todo enfumaçado, lua vermelha e eu rezando pra Jesus não voltar agora porque eu nao to pronto”. A estranha névoa, o forte cheiro de fumaça e a lua “sangrando” surpreenderam belo-horizontinos na noite dessa quarta-feira (18) , na capital mineira.

A lua vermelha observada em BH, sem nenhum fenômeno previsto no calendário astronômico, causou certo espanto. O que pode ser uma boa notícia para alguns, é que não é o fim do mundo. Mas a péssima constatação é que o tom avermelhado do satélite é resultado de muita poluição gerada por matéria particular, incêndios florestais e da baixíssima umidade relativa do ar.

O Corpo de Bombeiros registrou mais de 15 focos de incêndio na região metropolitana. A Defesa Civil municipal registrou, na região do Barreiro, o alarmante índice de 9% de umidade relativa do ar. A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera que a umidade ideal para o humano é acima de 60%. Abaixo de 12% é considerado estado de emergência.

Ao BHAZ, o meteorologista Ruibran dos Reis explica que a lua reflete a nossa atmosfera e essa coloração é um alerta que aponta o quanto ela está poluída. “Quando se tem muita poluição – tanto de matéria particular, quanto de incêndios florestais, além da névoa provocada pela baixa umidade do ar-, a lua reflete essas partículas. É um sinal de que nossa atmosfera está extremamente poluída”, alerta.

É mais próximo do seu nascer, que o satélite tem essa coloração. “Quanto mais perto do horizonte, mais a gente vê essa cor vermelha. Isso é porque ali é onde mais se concentram as partículas de poluição”, conta Ruibran.

Para quem já não está aguentando o clima quente e o tempo seco, há uma luz no fim da semana. De acordo com o meteorologia, o calorão e a baixa umidade ficam até uma parte do sábado (21), quando uma frente fria chega pelo Sul do estado e já provoca uma ligeira queda na temperatura na região metropolitana de Belo Horizonte. E, a partir de segunda-feira (23), a chuva pode dar o ar da graça, depois de 107 dias de seca.

Nas redes sociais, a lua vermelha em BH é assunto entre internautas desde a noite dessa quarta (18).


Comentários