Home Colunas A crise ambiental é um problema que precisamos enfrentar AGORA

A crise ambiental é um problema que precisamos enfrentar AGORA


por Bella Gonçalves, vereadora em Belo Horizonte

Nesta sexta-feira, 20 de setembro, milhares de pessoas de todo o mundo irão às ruas em uma Greve Global pelo Clima. Os protestos clamam pela urgência do combate à crise ambiental e tem o Brasil como uma de suas principais pautas. A Amazônia arde em chamas enquanto o (des)governo Bolsonaro orquestra o desmonte das políticas ambientais e das organizações que deveria promover e proteger.

Em Minas, o cenário também requer máxima atenção. Os focos de queimadas seguem emergindo por todo o estado, a Grande BH cheira a fumaça e bate recordes de baixa umidade. Não menos preocupante é a escassez hídrica do rio das Velhas, que já implicou em restrições na captação de água em 43 municípios – e que agrava ainda mais a delicada situação de abastecimento da capital mineira. Em nossa atuação na CPI das Barragens, apresentamos junto a outros vereadores um rigoroso relatório que demonstra que nossas duas redes de captação estão ameaçadas.

Vivemos uma ameaça iminente: a rede do Rio das Velhas está na rota de dezenas de barragens com alto potencial de rompimento. Caso qualquer uma das barragens se rompa, os rejeitos contaminarão imediatamente a água que bebemos. Já a rede do Rio Paraopeba, inutilizada em decorrência da contaminação pelos rejeitos do crime da Vale em Brumadinho, opera apenas com seus reservatórios e apresenta reais possibilidades de racionamento para BH e região metropolitana a partir de março do ano que vem.

Não podemos assistir passivos ao colapso socioambiental, muito menos aceitar que nossos recursos naturais fiquem reféns das mineradoras e da irresponsabilidade do governo federal. Estes não são problemas futuros, precisamos enfrentá-los agora! 

Gabinetona

Gabinetona

A Gabinetona é um mandato coletivo construído por quatro parlamentares em três esferas do Legislativo. É representada pelas vereadoras Cida Falabella e Bella Gonçalves na Câmara Municipal de Belo Horizonte, pela deputada estadual Andréia de Jesus na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e pela deputada federal Áurea Carolina na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Comentários