Home Notícias BH Damares dá palestra em igreja de BH e fiéis são orientados a não filmá-la

Damares dá palestra em igreja de BH e fiéis são orientados a não filmá-la

A atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo de Jair Bolsonaro (PSL), Damares Alves, esteve em Belo Horizonte na tarde desse sábado (21), onde participou de um congresso na Igreja da Lagoinha, na região Noroeste da capital.

Evitando polêmicas e exposição, a equipe de Damares orientou aos fiéis que estavam no local para que não filmassem a fala da ministra. Além disso, ao contrário dos outros palestrantes, o painel dela não foi transmitido ao vivo pelo canal de TV da igreja e, tampouco, nas redes sociais.

Segundo fontes que acompanharam a palestra da ministra, a fala durou cerca de 1h30 e foi acompanhada por aproximadamente 400 pessoas. A ministra Damares, que é pastora da Igreja Batista da Lagoinha há 13 anos, abordou temas da pasta chefiada por ela, assuntos sensíveis como o aborto e a exploração infantil, além da relação de trabalho com Bolsonaro.

View this post on Instagram

E hoje a tarde estive na minha Igreja querida em Belo Horizonte. Falei o Congresso Lagoinha Gerações. Falei sobre a coragem e determinação dos pais para a luta em defesa de nossos filhos e filhas? Estava com saudades!

A post shared by Damares Alves (@damaresalvesoficial1) on

De acordo com o portal oficial da igreja, Damares pediu aos pais que orassem pela atual geração e disse que há uma tentativa de ataque às crianças no Brasil.

“Deus tem nos chamado hoje, papai e mamãe, para espantarmos as aves de rapina que têm atacado nossos filhos. Temos que ter coragem para dizer: ‘Nos meus filhos vocês não tocam. Há gibeonitas que tem nos atacado até nos dias de hoje. Eles não estão poupando esforços para atacar nossos príncipes e princesas. Papai e mamãe, não subestimem as aves de rapina. Filhos de rei são príncipes e filhas de rei são princesas. Vamos escutar o clamor das nossas crianças, papai e mamãe! Essa geração está pedindo socorro. As bênçãos de Deus podem vir nessa nação por meio da oração de um pai e de uma mãe. Que Deus abençoe esta nação”, disse.

Evitando polêmicas

A assessoria de comunicação da igreja confirmou que a não transmissão foi um pedido da própria ministra para que ela se sentisse “à vontade para conversar com o público” e evitar novas polêmicas. “Por tratar-se de uma figura pública tão expressiva em nossa nação, seria prudente evitar que trechos de vídeos ou frases fora do contexto fossem divulgadas sem o conhecimento da assessoria”, disse a comunicação da Igreja da Lagoinha.

No ano passado, antes da assumir o ministério, uma fala de Damares, dita também durante uma participação na Igreja da Lagoinha, viralizou. Na ocasião, a pastora se tornou alvo de piadas após dizer ter visto Jesus subir em um “pé de goiaba” quando ela ia comer “um veneno” para tirar a própria vida.

Dias depois, Damares explicou que pensou em se matar por conta de abusos sofridos por ela. Dois pastores teriam abusado dela durante sua infância. Por conta disso, aos 10 anos, Damares resolveu se matar.

“Peguei veneno de rato e subi no pé de goiaba, onde ia para chorar. Ia lá para não ser vista. Quando subi com o veneno, vi meu amigo imaginário, o personagem que é Jesus, de barba, roupa branca. O saquinho caiu da minha mão e desisti”, relatou, na época, em entrevista à jornalista Camila Brandalise, do portal UOL.

Congresso

O congresso ‘Lagoinha Gerações’, realizado pela Igreja Batista da Lagoinha, aconteceu nos dias 19, 20 e 21 deste mês na matriz da instituição, no bairro
São Cristóvão, em BH. O evento foi gratuito e, além de Damares, contou com a participação de toda equipe de pastores da igreja e convidados.

Comentários