Home Notícias Minas Gerais Homenagem a Wilson Witzel é retirada de pauta na ALMG

Homenagem a Wilson Witzel é retirada de pauta na ALMG

O pedido de concessão do título de Cidadão Honorário de Minas Gerais ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ), na Assembleia Legislativa mineira (ALMG) foi arquivado nesta terça-feira (24) e não tem previsão para voltar à discussão na Casa.

Após intensa discussão, os deputados da Comissão de Administração Pública da Assembleia, que avaliou o pedido, entenderam que não há razões nem momento oportuno para homenagear o governador fluminense, diante das mortes causadas por ações policiais no Rio.

A deputada Beatriz Cerqueira (PT), criticou o pedido de homenagem e votou contra a aprovação. “Precisamos respeitar o luto do povo do Rio. As crianças negras, que vivem na pobreza da periferia estão morrendo. Pedagogicamente, qual a mensagem estamos passando? Na mesma semana em que a população chora uma criança assassinada com um tiro nas costas, nos homenagearíamos o governador?  Fui contra sempre serei contra. Não é um debate ideológico, é coerência”, disse.

O presidente da comissão, o deputado João Magalhães (MDB), acatou o pedido do colega Douglas Melo (MDB) e retirou a votação de pauta.

O pedido de homenagem para Witzel foi protocolado pelo deputado Noraldino Júnior (PSC). Segundo ele, a motivação foi a ajuda concedida por Witzel para o Governo de Minas após a tragédia em Brumadinho.

“Governador do Rio foi o primeiro a ajudar em todas as ações em relação a Brumadinho. Ele ligou para o governador Zema, mandou equipe de bombeiros para ajudar e acompanhou de perto os desdobramentos. Além disso, trata-se de uma pessoa confiável, importante, séria e ética. A homenagem é pelo que ele fez de bom para Minas Gerais e a participação importante para Brumadinho”, disse. Segundo o deputado, ele não levou em consideração o momento atual vivido por Witzel no Rio de Janeiro.

Comentários