Home Colunas Avanços e desafios

Avanços e desafios

Chegamos ao final dos primeiros nove meses de mandato do governador Romeu Zema. Sabemos que ainda há desafios pela frente, mas precisamos mostrar tudo que já foi feito, com o governador trabalhando diariamente para colocar as contas em dia e com o cidadão mineiro em primeiro lugar.

Para começar, vale lembrar que o governador recebeu, em janeiro, um Estado quebrado, abandonado e aparelhado, com desemprego elevado e péssimos serviços públicos. Os salários dos servidores estavam atrasados e havia mais de R$ 35 bilhões em contas não pagas.

Logo ao assumir, para dar o exemplo, Zema abriu mão de morar em palácio, e vendeu carros e jatos da frota que ficava à sua disposição. Além disso, fez uma ampla reforma administrativa, cortando cargos comissionados e reduzindo as 22 secretarias para atuais 12.

Feito isso, lutou para reduzir burocracias, melhorar o ambiente de negócios e facilitar a vida do cidadão, fazendo os investimentos voltarem para Minas. Os empregos também estão voltando: o Estado está em 2ª posição no ranking nacional, tendo sido criados mais de 100 mil postos de trabalho formais.

Como consequência de um trabalho árduo, os serviços públicos também já melhoraram. Na segurança, os crimes violentos caíram 27%, o menor índice em oito anos. Na educação, lançou-se programa para recuperar as instalações e infraestrutura das escolas e retomou-se a normalidade no fornecimento de merenda.

Além disso, iniciou-se o “Gestão pela Aprendizagem”, programa em parceria com a iniciativa privada para melhoria do IDEB e capacitação em gestão das diretorias escolares. E na Saúde, o programa Saúde em Rede organizará as redes de atenção à saúde, desde a primária – destaco o atendimento materno-infantil – até a hospitalar, melhorando a gestão dos recursos da área.

Em meio a tudo isso, vale lembrar que, logo ao assumir, Zema lidou com uma tragédia: o rompimento da barragem de Brumadinho. A atuação rápida e a seriedade que tratou o tema mostram, mais uma vez, que estamos em boas mãos. O governador sancionou a lei aprovada pela Assembleia Legislativa que, dentre outros, proíbe barragens de tipo construtivo igual ao de Mariana e Brumadinho.

Por fim, vale citar que depois de nove meses de ajustes e debates sobre os planos para adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, os projetos estão quase prontos para serem enviados à ALMG. Depois de tantos avanços, esse será agora nosso principal desafio.

Laura Serrano

Laura Serrano

Laura Serrano é deputada estadual eleita com 33.813 votos pelo partido Novo. Economista, Mestre pela Concordia University (Canadá), pós-graduada em controladoria e Finanças e graduada pela UFMG com parte dos estudos na Université de Liège (Bélgica). É membro da Golden Key International Honour Society (sociedade internacional de pós-graduados de alto desempenho).

Comentários