Home Notícias Brasil Policial Federal cobra multas da esposa para ‘ensiná-la a ser mãe’; agente é investigado

Policial Federal cobra multas da esposa para ‘ensiná-la a ser mãe’; agente é investigado

Um agente da PF (Polícia Federal) do Piauí é investigado por obrigar a esposa a pagar multas como punição para o que ele considerava erros cometidos por ela na vida doméstica. O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher do Centro de Teresina.

Ao G1, a delegada Vilma Alves disse que o policial confirmou que cobrava entre R$ 20 a R$ 50 da companheira e que o objetivo era que ela “aprendesse a ser mãe e soubesse como funciona a vida”. A mulher prestou depoimento e disse que os abusos começaram há dois anos, assim que eles se casaram e que o filho do casal nasceu.

As multas eram aplicadas em coisas simples, como a água que respingava em um móvel durante o banho do bebê ou quando a mulher esquecia a salada na mesa.

De acordo com a delegada, a esposa do agente da PF chorou bastante no momento em que fazia a denúncia. “Os abusos iam além das multas. Ele já expulsou ela de casa, não deixava ela sair com a criança. Se fosse sair sozinha, só podia se tivesse autorização dele, além de ter que pedir até para ver televisão”, contou Vilma.

O policial será investigado, em liberdade, pelos crimes de violência física, psicológica, patrimonial e moral, tipificados na lei Maria da Penha.

O BHAZ entrou em contato com a Superintendência Regional da PF do Piauí para saber se o agente será afastado das funções, mas foi informado que a corporação não vai manifestar, pois o assunto é da “vida pessoal” do policial.

Comentários