Home Notícias BH Professora se mobiliza para ajudar alunos de escola em BH: ‘Estava com fome’

Professora se mobiliza para ajudar alunos de escola em BH: ‘Estava com fome’

A professora Sheila Patrick Ribeiro da Silva foi além de suas atribuições em sala de aula e iniciou uma campanha de arrecadação de brinquedos para seus alunos. Agora, ela também pede ajuda para arrecadar cestas básicas e levar alimentação a estudantes que, por vezes, não têm o que comer. A docente leciona na Escola Estadual Síria Marques da Silva, no bairro Jardim Leblon, região de Venda Nova, em BH. As doações poderão ser deixadas lá.

“Dou aulas há 27 anos e leciono nessa escola pela manhã. Na turma que dou aula, do 5º ano do ensino fundamental, tem apenas 18 anos e é a mais complicada que já estive. Os alunos chegam sonolentos muitas vezes e com algumas reclamações. Um dia acordei um aluno que estava dormindo em sala e perguntei o que tinha acontecido. Ele me disse que estava com muita fome, que ainda não tinha comido nada”, relata a professora.

A educadora explica que, na maioria das vezes, os alunos não falam. “Por vergonha mesmo. Mas meu olhar atento e experiência me dizem isso. Esses alunos, geralmente, ou estão muito sonolentos ou agitados demais”, explica.

Ela ainda reforça que muitas vezes a escola é único local em que eles encontrarão uma boa refeição. “Aí um aluno pergunta: ‘professora, falta quanto tempo para a merenda?’. Eu sei que estão precisando comer. Quando os acompanho até a cantina, vejo que repetem várias vezes o prato. Eles têm vergonha da própria condição”, continua a educadora.

Um dos alunos da professora contou que a mãe trocou o dinheiro que seria para o alimento por bebida. “Ele falou que foi comer na casa de um amigo, que tinha ficado um tempo bom sem comer. Quando os casos ficam mais graves, vamos até a diretoria para que algo de fato seja feito”.

Nas aulas, a professora gosta de trabalhar valores morais para estimular os alunos. “Não é porque moram na favela, que devem ter atitude de ‘favelados’. Gosto de ouvi-los sempre, mostrar que podemos melhorar. Vez ou outra sou ameaçada por alguns alunos, mas quero acreditar que a educação ainda é o caminho para mudar o mundo. Eles [alunos] estão embrutecidos pela vida, mas no fundo ainda são crianças”, comenta.

Quem puder ajudar, as cestas básicas podem ser entregues na escola ou enviadas para o local. A escola fica na rua Inglaterra, 410, Jardim Leblon, Belo Horizonte. O telefone de contato é: (31) 3452-3600.

Campanha do Dia das Crianças

A professor gosta de se inspirar em matérias do site Razões Para Acreditar. “Pego muitas matérias de lá para trabalhar com a minha turma. Sempre vejo que eles fazem vaquinhas on-line para ajudar as pessoas. Decidi pedir para eles fazerem algo assim pela escola. Aí iniciamos uma campanha de arrecadação de brinquedos para o Dia das Crianças”, explica.

O projeto faz parte da matéria de ética. “Pedi para que os alunos me dissessem quem eles são e o que gostariam de ganhar, mais ou menos na faixa de R$ 100. Estipulamos esse valor na nossa aula de matemática financeira”, continua.

Após a matéria do site viralizar, a turma recebeu quase todos os presentes pretendidos. “Meu telefone não parou de receber mensagens. O pessoal de uma faculdade já quer abraçar a escola como um todo. É uma instituição muito carente, então sempre estão precisando de algo”.

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista no Portal BHAZ

Comentários