Home Notícias Brasil Mãe de jovem assassinada após aceitar ajuda para trocar pneu desabafa

Mãe de jovem assassinada após aceitar ajuda para trocar pneu desabafa

A mãe da jovem Mariana Bazza, que foi assassinada depois de aceitar ajuda de um homem para trocar o pneu do carro dela, usou o Facebook para fazer um desabafo a respeito da morte da filha, nesta quarta-feira (9). Marlene Bazza declarou ter visto o caso por meio da televisão e que ninguém a avisou de nada. “(…) essa dor não passa, só aumenta”, escreveu em um trecho da postagem que acompanha uma foto da jovem.

+ Namorado de jovem assassinada após receber ajuda para trocar pneu desabafa

Nos comentários da publicação, internautas se solidarizam com a dor da mãe de Mariana e deixam mensagens de força. A homenagem, no entanto, não foi a primeira feita por Marlene. Na segunda-feira (7), ela postou outra mensagem, como se estivesse falando diretamente com a filha.

O homem de 33 anos apontado como responsável pelo assassinato de Mariana foi indiciado por latrocínio – roubo seguido de morte -, e também pode responder por estupro, a depender de resultados de exames, e ocultação de cadáver. O inquérito do caso foi apresentado pela Polícia Civil de São Paulo ao Ministério Público na última semana. Agora, se o MP apresentar a denúncia à Justiça e ela for aceita, o suspeito vira réu.

Inicialmente, Rodriguinho admitiu o crime, mas depois negou e disse ter sido coagido por policiais a confessar. Mariana foi assassinada no dia 24 de setembro depois de sair de uma academia em Bariri (SP).

O caso

Mariana desapareceu quando voltava da academia. O autor do crime teria oferecido ajuda para que ela trocasse o pneu do carro, que teria furado.

+ Jovem desaparece após aceitar ajuda para trocar pneu do carro: ‘Só quero minha filha de volta’

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o suspeito, que trabalha na reforma de uma chácara perto da academia, se aproxima da moça e oferece ajuda.

A universitária chegou a enviar, ao namorado, uma foto do homem trocando o pneu. Depois disso amigos e familiares não conseguiram conversar mais com ela.

Comentários