Home Notícias Política Bolsonaro diz que ‘Datena é a menina mais bonita da praça’ e Joice rebate

Bolsonaro diz que ‘Datena é a menina mais bonita da praça’ e Joice rebate

Uma declaração de Jair Bolsonaro ao jornal O Estado de S. Paulo entrou na mira de uma de suas maiores aliadas dentro do PSL, a deputada federal Joice Hasselmann. Apesar da parlamentar já ter se lançado como pré-candidata do partido à prefeitura de São Paulo, o presidente deixou claro a jornalistas que está de olho no apresentador José Luiz Datena para a disputa eleitoral. “Datena é a menina mais bonita da praça”, disse na última quinta-feira (10).

“Nós vamos conversar com o Datena. Tenho uma simpatia por ele”, completou Bolsonaro ao comentar o interesse em apoiar o nome do apresentador como candidato a prefeito. O próprio jornalista da Band brincou ao saber da declaração: “Não me considero nem a menina nem o menino mais bonito da praça. Não sou exatamente o modelo típico de beleza, mas, vindo do Bolsonaro, é realmente interessante”, disse.

Datena ainda disse ao O Estado de S. Paulo que a conversa com Bolsonaro foi “informal” e disse que tem até o ano que vem para pensar em um eventual candidatura. Ele nunca concorreu a um cargo público. No bate-papo, o presidente chegou a dar dicas para o apresentador para a formação de uma chapa forte.

As notícias sobre a conversa entre os dois causou uma enxurrada de perguntas para a deputada federal Joice Hasselmann. A parlamentar rebateu: “Só posso dizer que sou candidata e ponto. Quem define o melhor nome é o povo. Mas creio que o presidente não trabalharia para sangrar uma fiel aliada que fez campanha para ele no Brasil inteiro”.

Joice ainda disse que sua atuação foi importante para a eleição de Bolsonaro, já que ela reuniu mulheres na campanha quando o então candidato era criticado por comentários machistas. A deputada também fez uma análise de que o presidente será bem aconselhado e tomará a decisão correta.

“Não acredito que o presidente de fato queira trazer alguém que já foi do PT por anos, que pula de galho em galho, que toda eleição solta um balão de ensaio e que não tem plataforma nenhuma além de prometer o que não pode fazer: resolver a segurança pública, que na verdade é dever do Estado. Isso é enganar o povo. É como prometer uma praia natural no centro de São Paulo”, afirmou.

Comentários