Home Notícias Esportes ‘Rei do Rebaixamento’: Vagner Mancini recebe enxurrada de críticas ao ser anunciado como técnico do Galo

‘Rei do Rebaixamento’: Vagner Mancini recebe enxurrada de críticas ao ser anunciado como técnico do Galo

O Atlético confirmou a contratação do técnico Vagner Mancini nesta segunda-feira (14). Mal foi anunciado e o treinador já recebeu uma enxurrada de críticas dos atleticanos pelo fato de ter sido rebaixado com cinco clubes diferentes. Mancini assume a vaga deixada por Rodrigo Santana, demitido após a derrota contra o Grêmio na noite de domingo (13) no Independência, por 4 a 1 (reveja aqui).

+ Domingão terrível: Galo é goleado e fica sem técnico; Cruzeiro leva gol no fim e adia jejum

O contrato é de tiro curtíssimo: tem duração de apenas três meses e o treinador já assume o time para o jogo contra o CSA, em Maceió (AL), na noite de quarta-feira (16). O auxiliar-técnico Anderson Silva também integrará a equipe.

Vagner Mancini será apresentado oficialmente na terça-feira e, no mesmo dia, comandará a atividade do time no centro de treinamento do CRB, equipe alagoana que disputa a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. As informações foram confirmadas ao BHAZ pela assessoria atleticana.

‘Rei do Rebaixamento’

O último trabalho de Vagner Mancini foi como coordenador técnico do São Paulo, de onde teve saída conturbada há pouco mais de 15 dias. Após o então técnico Cuca pedir demissão, Mancini foi sondado para assumir o clube paulista. Mas, no mesmo dia, a diretoria anunciou a contratação de Fernando Diniz.

Mancini teve um áudio vazado no qual criticou a diretoria são-paulina e sugeriu que o multicampeão Daniel Alves foi o responsável pela repentina mudança de ideia sobre quem deveria assumir o Tricolor Paulista.

Mancini foi contratado como coordenador técnico pelo São Paulo no início deste ano. Seu último trabalho como técnico foi no Vitória, clube pelo qual foi rebaixado do Brasileirão no ano passado. Além do time baiano, Mancini acumulou quedas por outras quatro equipes: Guarani em 2010, Ceará em 2011, Sport em 2012 e Botafogo em 2014.

O histórico foi o bastante para a torcida atleticana criticar duramente a contratação, mesmo Mancini tendo livrado o Cruzeiro do rebaixamento em 2011, quando comandava o time que goleou o Atlético por 6 a 1.

“Vibe agora mudou, não se contrata mais jogador, agora é só técnico. Já foram 12! Agora chegou o Rei do Rebaixamento (Vagner Mancini). Depois manda embora e trás o rei do acesso (Givanildo Oliveira). E assim caminha a humanidade”, cornetou, pelo Twitter, Kal Galo.

A reação

Já insatisfeita com o desempenho atual do time – o Atlético perdeu nove das últimas 11 partdas -, a torcida atleticana não poupou críticas à contratação. O clube ainda não fez o anúncio através das redes sociais, mas a internet já está repletas de opiniões contrárias à diretoria e ao novo técnico.

Em um cenário de aproximação do Z-4 do Campeonato Brasileiro, o Atlético está sendo criticado pela contratação de um treinador com esse histórico.

Parte da reação negativa também contempla o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara. A hashtag #RenunciaSetteCamara chegou aos trending topics na tarde do anúncio e representa a revolta da torcida com a diretoria do Atlético.

Comentários