Home Notícias Internacional Homem flagra estuprador atacando a esposa e reage

Homem flagra estuprador atacando a esposa e reage

Um homem de 27 anos foi preso na cidade de Kharkiv, na Ucrânia, depois de reagir violentamente ao flagrar a própria esposa sendo estuprada. Ele teria visto o momento em que a mulher era violentada e agiu rapidamente. Além de bater na cabeça do autor do crime, ele ainda usou um canivete para decepar o pênis do criminoso. As informações são do The Irish Sun.

De acordo com a publicação, marido e esposa estavam reunidos em um restaurante junto com amigos quando a mulher decidiu ir para casa sozinha, um pouco antes. Era por volta de 1h quando ela caminhava na rua da residência em que vive quando foi surpreendida pelo estuprador.

O marido da vítima deixou o local em que estavam cerca de 10 minutos depois e, ao tomar o caminho de casa, avistou a própria esposa sendo estuprada. Ela relata ter visto o autor do crime sufocando a mulher enquanto abusava dela. Foi então que reagiu rapidamente.

Depois de acertar a cabeça do criminoso, ele usou um canivete suíço para decepar o pênis do estuprador, que tem 25 anos. Testemunhas relataram que era possível ouvir os gritos de dor do homem de longe. A mãe da vítima, que também mora pela região, rapidamente acionou a polícia e outras pessoas que acompanhavam a situação chamaram o serviço médico de emergência, já que o estuprador sangrava bastante.

Ainda de acordo com o The Irish Sun, o marido da mulher atacada caminhou cerca de 13 quilômetros depois de atacar o estuprador. Desnorteado, ele só parou de andar quando chegou à casa de um conhecido e o pediu para que fosse levado até as autoridades. “Não posso explicar o que aconteceu comigo naquele momento”, disse em entrevista à mídia local.

O marido foi acusado de provocar graves ferimentos no homem e foi detido. Ele deverá responder pelo crime em prisão domiciliar. O autor do estupro, por sua vez, foi levado para o Hospital Distrital de Shevchenko, onde foi operado. Médicos da unidade explicaram que ele deve passar por um longo tratamento, mas não apontaram a possibilidade de que o penis dele seja reconectado. O homem segue internado sob escolta policial e a autoridades já investigam a denúncia de estupro contra ele.

Comentários