Home Notícias BH Homem é torturado após furtar R$ 2 mil de funcionário de lava jato em BH

Homem é torturado após furtar R$ 2 mil de funcionário de lava jato em BH

Um funcionário e a proprietária de um lava jato localizado no Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foram presos neste sábado (19) apontados como responsáveis por torturar um homem. A vítima teria sido pega por traficantes, a pedido da dupla, depois de ter furtado cerca de R$ 2 mil do funcionário, no dia 22 de setembro.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem torturado foi localizado com o corpo coberto de sangue e caído ao chão, na avenida Mem de Sá. Ele tinha vários hematomas e cortes, e foi socorrido para o Hospital João XXIII.

A vítima contou ter levado o carro que possui para o lava jato e que furtou a quantia de um dos funcionários. Câmeras de segurança teriam flagrado a situação e, de posse das imagens, os supostos autores acionaram traficantes de uma gangue para que o homem fosse torturado. Além disso, o funcionário do local ainda teria furtado o veículo da vítima.

Policiais realizaram buscas pela região e prenderam o funcionário do lava jato e a proprietária do estabelecimento. Agora, o caso será investigado pela Polícia Civil.

Comentários