Home Veículos Acelera aí Com japonês turbinado, HR-V Touring tem bom fôleo

Com japonês turbinado, HR-V Touring tem bom fôleo


Motor turbo de 173cv, câmbio do tipo CVT, teto solar panorâmico, seis airbgas, central multimídia com tela de sete polegadas, revestimento dos bancos em couro, controles de tração e estabilidade e sistema de configuração de bancos são alguns dos atrativos da versão topo de linha Touring que avaliamos do Honda HR-V. Agradável de dirigir, muito segura e confortável, a Touring tem preço um pouco salgado.  

Por fora, a Touring se destaca pelos faróis e lanternas traseiras em LED e a grade dianteira, que dão uma pitada de sofisticação ao crossover; pelas rodas de liga de 17 polegadas com desenho exclusivo e pela saída dupla de escapamento, que realçam a pegada esportiva da versão. Além do design bem equilibrado do HR-V, um dos motivos do seu sucesso no mercado brasileiro, também chamam a atenção as lanternas escurecidas, as colunas na cor preta e, as maçanetas das portas traseiras embutidas e o defletor de ar no teto.

No capricho

O interior da Touring tem acabamento bem caprichado, com materiais de boa qualidade e aparência e bem montados, digno de uma versão topo de linha. O revestimento dos bancos em couro na cor branca dá um ar de sofisticação ao habitáculo, mas a cor clara é ingrata para o dia a dia, sujando com certa facilidade. Os bancos dianteiros e traseiros acomodam bem o corpo.

Há espaço interno suficiente para acomodar cinco adultos, mas o conforto é para quatro adultos e uma criança devido ao formato do encosto central do banco traseiro. Devido ao escape duplo, a capacidade do porta-malas foi reduzida para 393 litros, mas ainda leva bem uma boa compra de supermercado e uma bagagem de férias. Mas, em termos de aproveitamento de espaço, o grande destaque da Touring é o Magic Seat Honda, um sistema de configuração dos bancos, escamoteáveis, que possibilita o transporte de objetos altos e longos.

Leia também: Honda elétrico no Salão de Frankfurt

Força em baixa

Importado do Japão, o motor 1.5 de 173cv, com turbo e injeção direta de gasolina (não é flex), é exclusivo da opção Touring. Um dos pontos positivos é que o torque chega já em baixas rotações (a partir de 1.700rpm), deixando o CR-V bem esperto nas arrancadas (a aceleração de 0 a 100 é feita em pouco mais de 8s) e retomadas, que possibilita ultrapassagens bem seguras. E o melhor é que esse bom fôlego não veio acompanhado de um bom apetite. O consumo da Touring é elogiável; na estrada, com apenas o motorista e ar desligado, o computador de bordo registrou médias próximas de 15km/l.

Leia também: Linha 2020 do Honda Civic

O câmbio automático do tipo CVT está bem afinado com o motor, mas a tocada fica mais prazerosa com as trocas manuais junto ao volante. Com a melhor performance, a suspensão foi recalibrada, mas sem afetar o conforto e proporcionando uma boa estabilidade nas curvas mais fechadas e de piso irregular. A direção também ajuda nas manobras e responde bem quando se roda em altas velocidades. A Touring é uma boa opção em termos de desempenho, acabamento e espaço interno, mas a lista de equipamentos (confira abaixo) deixa de fora muitos itens e não justifica o preço de R$ 140 mil.

Texto e fotos: Eduardo Aquino      

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16V, turbo, injeção direta, 1.498cm³ de cilindrada, que gera potência de 173cv (a 5.550rpm) e torque de 22,4kgfm (entre 1.700rpm e 5.550rpm)

Transmissão – Tração dianteira e câmbio automático do tipo CVT com sete marchas simuladas

Direção – Assistência elétrica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, eixo de torção

Dimensões – Comprimento, 4,33m; largura, 1,77m; altura, 1,65m; e entre-eixos, 2,61m

Freios – A disco nas quatro rodas, sendo ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 17 polegadas, calçadas com pneus 215/55 R17

Porta-malas – 393 litros

Tanque – 51 litros

Peso – 1.380 quilos

Principais equipamentos – Airbags frontais, laterais e de cortina; sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, sistema de alerta de frenagem emergencial, controles de tração e estabilidade, detecção de ponto cego, ar-condicionado digital com tela touchscreen, controle automático de velocidade, câmera de ré, central multimídia com tela de sete polegadas touchscreen (Bluetooth, USB, comando de voz, Android Auto e Apple CarPlay), sistema de áudio AM/FM com 4 alto-falantes + 2 tweeters, assistente de partida em rampa, retrovisor externo com rebatimento elétrico, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensores crepuscular e de chuva, teto solar panorâmico, coluna de direção ajustável em altura e distância, Magic Seat Honda (sistema de configuração dos bancos), revestimento em couro dos bancos e computador de bordo.

Preço – R$ 139.900.



Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários